Segurança

Vereador é preso por compra de votos em Mangueirinha

Após denúncia anônima neste sábado (6), por volta das 14h, o Promotor Eleitoral e a Polícia Militar de Mangueirinha se deslocaram a um posto de combustível na área central do município, onde um vereador estaria entregando vales combustível de R$ 50 para clientes, em troca de votos para a campanha de um candidato a deputado estadual.

Segundo informações do Delegado de Polícia de Palmas, que está de plantão regional, Felipe Silva de Souza, a PM e o promotor, ao chegarem ao local e abordarem o vereador de Mangueirinha, Diogo Noll, “realmente estava portando blocos com tickets iguais aos que ele estava entregando aos clientes, só que não preenchidos ainda. Encontraram na caixa registradora do posto três tickets assinados por Diogo Noll, em que clientes já haviam abastecido e tinham feito o pagamento com os tickets no posto”, afirmou.

Com base nisso, conforme o delegado, foi dada voz de prisão ao vereador, pelo Artigo 299 do Código Eleitoral, por corrupção eleitoral. “Ele foi encaminhado à 5ª Subdivisão Policial de Pato Branco (5ª SDP). Analisando os depoimentos, decidi por fazer a prisão em flagrante dele e arbitrei a fiança no valor de R$ 20 mil, que foi pago na noite de sábado”, informou Souza.

Ainda, de acordo com o delegado, Noll foi a única pessoa conduzida à 5ª SDP. “Quanto ao deputado, preliminarmente não há penalização alguma, porque será apurado por inquérito, que pode ser por meio da Polícia Civil ou Polícia Federal. Fizemos o flagrante, estou encaminhando essas peças ao Juiz Eleitoral e ele dará o encaminhamento”, concluiu.

Classificados