Paraná

Summit Sebrae debate empreendedorismo e inovação

Evento realizado em Curitiba reúne empreendedores e lideranças do Paraná
["Conrado Schlochauer, embaixador da Singularity University, palestra no Summit Sebrae"] (Foto: Regis Santos)

O mundo está cada vez mais digital, mas isso não significa muito se desconsiderarmos as pessoas. Esse foi um dos vieses da palestra de estreia do Summit Sebrae 2018, que está sendo realizado nos dias 19 e 20 de novembro na Expo Unimed, em Curitiba. O Diário acompanha a comitiva do Sudoeste que está participando do evento.

Ministrada por Conrado Schlochauer, embaixador da Singularity University, Chapter São Paulo, a palestra explorou os principais conceitos do chamado pensamento exponencial. Segundo ele, um dos pontos é pensar na tecnologia como um vetor de transformação da sociedade. “Ser digital não é ser online. É pensar as coisas de modo diferente. Às vezes você transfere algo chato para a internet e continua sendo chato”, comentou.

Ele cita que cases como o do Spotify e do Instagram ilustram isso. De mídias físicas, como pouca modalidade e poucas faixas, a música passou a ser consumida de modo remoto, e as pessoas passaram a ter acesso a milhões de músicas. Ou seja, um crescimento exponencial.

Conrado cita que a lição para as empresas é que é preciso perceber o aspecto humano do uso da tecnologia para melhorar a experiência possível a partir dela.

O primeiro dia da conferência, que afirma ser o maior evento de empreendedorismo do Paraná, teve ainda palestras com Luis Mangi, da Gartner, sobre transformações digitais; Robson Privado, que falou sobre o case da MadeiraMadeira; André Boaventura, diretor de marketing da Ebanx, e Heloisa Menezes, do Sebrae Nacional.

Apesar dos nomes reconhecidos no meio corporativo nacional, o evento tem como principal diferencial o ambiente favorável ao relacionamento entre os participantes. A programação conta ainda com rodadas de negócios, e espaços interativos como o Espaço Feira, onde acontecem explicações de técnicos do Sebrae sobre temas relacionadas a segmentos considerados de alto potencial no estado, como produção audiovisual e microcervejarias.

“É um novo modelo de evento, para promover encontros. Nossos clientes são nossa principal atração”, comentou Vitor Tioqueta, diretor superintendente do Sebrae/Pr.


“Ser digital não é ser online. É pensar as coisas de modo diferente. Às vezes você transfere algo chato para a internet e continua sendo chato”, Conrado Schlochauer

Classificados