Paraná

Summit Sebrae apresenta empresas de alto potencial

["Empresas mostram seus produtos e servi\u00e7os no Summit Sebrae"] (Foto: Regis Santos)

As impressoras 3D já não são mais um equipamento exclusivo do ambiente industrial ou das universidades. É nisso que apostam os fabricantes da 3D Cloner, uma linha de impressoras que já possui um modelo para uso doméstico.

A maioria dos clientes da marca ainda são empresas e instituições de ensino, interessadas em desenvolver protótipos de produtos, por exemplo. Mas em breve, não será raro encontrar impressoras em casas, ou mesmo empresas especializadas em imprimir peças e objetos, algo parecido com os setores de reprografia que existem em faculdades e papelarias.

É o que diz Márcio Seixas, da Attual Impressoras, representante dos produtos 3D Cloner em Curitiba. A fabricante das máquinas é a Schumacher, de Marechal Cândido do Rondon.

Ele avalia que a tecnologia das impressoras 3D está cada vez mais acessível – um modelo doméstico custa cerca de R$ 4 mil – e a popularidade deve crescer à medida que as pessoas percebam suas potencialidades, como por exemplo, a possibilidade de imprimir utensílios domésticos.

A 3D Cloner era um dos produtos expostos no setor do Summit Sebrae 2018 dedicado aos empreendimentos que participam do programa de desenvolvimento de empresas de alto potencial no Paraná. Em todo o estado são 80 empresas participando da iniciativa, dez delas na regional sul, cuja área de atuação engloba o Sudoeste.

Segundo informações da assessoria de imprensa do Sebrae, em 2017 o crescimento do faturamento médio dos participantes do programa foi de 29%.

Entre as empresas também está a Oyshi, de Paranavaí, que fabrica e vende coxinhas e outros salgados fabricados a partir de mandioca, importante produto agrícola do município. Com cerca de 20 anos de história, a empresa vende seus produtos em todo o Brasil.


Startups

O Summit Sebrae é o maior evento de empreendedorismo do Paraná, e foi realizado nos dias 19 e 20 na Expo Unimed, em Curitiba. O evento também conta com um espaço para expor algumas das empresas que participam do programa de aceleração de startups do Sebrae.

Uma delas é a Coffee n´coffee, que desenvolveu o Gamellito Adventures, game para dispositivos móveis voltado para crianças com diabetes infantil. No jogo há um personagem que deve ser cuidado pela criança, que ao longo da experiência aprende sobre controle de glicemia, a escolher alimentos, onde aplicar insulina, sobre a importância de exercícios físicos, entre outros cuidados.

O jogo ainda está no modo beta e possui duas versões, a kids, para crianças, disponível para download gratuito no Google Play, e a pró, voltada para profissionais de saúde.

Segundo Rosane Martins, representante da desenvolvedora do jogo, um dos objetivos do projeto é estimular a prevenção. Ela explica que anualmente há cerca de 85 mil novos casos de diabetes tipo 1 em crianças no mundo.

Classificados