Pato Branco

Santana solicitou exoneração do Depatran

Valtamiro Santana está mesmo de saída do Departamento Municipal de Trânsito de Pato Branco (Depatran). Um sinal de que sua gestão frente ao órgão municipal de trânsito estava chegando ao fim, foi noticiada pelo Diário do Sudoeste em matéria que tratou da delimitação das vagas de estacionamento na área do Estacionamento Rotativo (Estar).
Legenda: Segundo informações ao Diário, desde 29 de março Santana, não responde pelo órgão (Foto: Arquivo PMPB)

Valtamiro Santana está mesmo de saída do Departamento Municipal de Trânsito de Pato Branco (Depatran). Um sinal de que sua gestão frente ao órgão municipal de trânsito estava chegando ao fim, foi noticiada pelo Diário do Sudoeste em matéria que tratou da delimitação das vagas de estacionamento na área do Estacionamento Rotativo (Estar).

Na oportunidade, Santana foi procurado pela reportagem, porém, sem sucesso. A informação repassada foi de que desde que o dia 29 de março, já não responde mais pelo órgão, porém, sua exoneração não foi publicada até o momento.

Na sexta-feira (12), durante a entrega de veículos às secretarias e departamentos municipais, o prefeito Augustinho Zucchi comentou sobre o pedido de exoneração feito por Santana.

“O Santana pediu realmente para sair, e eu já convidei alguém para substituí-lo”, disse o prefeito agradecendo o trabalho feito por Valtamiro Santana junto ao Depatran.

Uma das características definidas por Zucchi para o ocupante do cargo, a experiência com trânsito. Desde que ele assumiu a gestão do Município, o Depatran já foi chefiado por Esaú Borges de Sampaio e mais recentemente por Santana, dois policiais militares da reserva.

Questionado se o nome do futuro diretor do Depatran seria o de Robertinho da Luz Dolenga, ex-comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Zucchi se ateve a responder que “gosto de militares para trabalharem nessa área, porque é uma área que diz respeito a organização, a disciplina. Então quero pessoas que têm noção desta questão do trânsito”, disse concluindo que, “geralmente os militares têm essa condição.”

O futuro diretor do Depatran terá pela frente a instalação do novo sistema de atuação do Estar, que incluiu a digitalização da cobrança do estacionamento. “Teremos o cartão ainda, mas vamos aplicar um novo modelo”, afirmou a comentar que em breve terá início a cobrança digital, por meio de aplicativo próprio.

Com relação a desafios de trânsito, Zucchi também comentou, que nos próximos dias deve ser implantado o binário, transformando em mão única a rua Paraná.

Classificados