Pato Branco

Remanso da Pedreira busca doações para criação de nova turma em 2019

Crianças aprendendo libras, em um dos projetos, no Remanso (Foto: Divulgação)

Como um projeto para 2019, a ONG Remanso da Pedreira, pretende aumentar mais uma turma, dando a novas 26 crianças a oportunidade de participar de 20 atividades diferentes, em contra turno ao horário escolar.

Atualmente atendendo a 74 estudantes da rede de ensino municipal, dos bairros Santa Fé e Sudoeste, de Pato Branco, desde agosto de 2018, a ONG, que acolhia 50 crianças, passou a contar com a ajuda, em doações, de mais de 18 empresários, possibilitando assim, a abertura da quarta turma; totalizando então os 74 alunos.

Segunda a coordenadora do Remanso, Cláudia Mohr, a capacidade de atendimento, pode chegar a até 450 crianças. “Em 2019 gostaríamos de passar a atender 100 crianças, ou seja, aumentar mais uma turma. Estamos com quatro turmas, mas uma delas está incompleta, então pretendemos preencher uma das turmas e criar uma nova”, explicou.

Doações

A coordenadora explica que manter cada turma, o custo é de R$ 7 mil, ao mês, que, dizem respeito a pagamento de alimentos, combustível para locomoção das crianças para atendimento médicos, pagamento de professora e psicóloga.

Segundo Cláudia, mesmo com as doações dos empresários, o recolhimento das restituições das Notas Paraná, a doação de alimentos e ajuda com transporte do Município, ainda assim, são necessários mais recursos para manter a entidade.

“Temos custos com a psicóloga e professora que atendem todos nossos alunos, custos de combustível para levar as crianças a algum médico e também precisamos comprar mais alimentos, pois o que nos é doado, totaliza 20 % do que é consumido”, explicou.

A intenção para 2019 é que a população pato-branquense passe, também, a doar mais e a conhecer melhor os trabalhos e projetos realizados no Remanso, pois segundo Cláudia, as doações ainda são, em sua maioria realizadas por empresários.

“Estamos começando o ano sem carne e sem material de limpeza. Nós recebemos alguma coisa de alimentação da prefeitura, mas ainda precisamos de mais” contou a coordenadora, frisando a necessidade imediata da ONG.

Para ajudar na manutenção da casa, a coordenação solicita que doações em dinheiro sejam depositadas na conta bancária da ONG ou pagas através de boleto bancário, impressos no Remanso. “Não importa o valor, a pessoa pode doar o que ela quiser. Qualquer atitude é muito bem-vinda”, frisou Cláudia.

Conta para doação

Banco: Caixa Econômica Federal

Agência: 0602

Operação: 003

Conta: 3240-6

Voluntariado

Todos os 20 projetos no Remanso são ministrados através de voluntários, que, segundo a coordenadora, são profissionais, estudantes, professores e também pessoas aposentadas, que possuem algum tempo livre para ir até o Remanso até três vezes na semana. “Temos, hoje, mais de 30 voluntários e contaremos, já no retorno das férias, com mais dois novos projetos, de francês e informática.

Para ser voluntário basta entrar em contato com a coordenadora, pelo e-mail da ONG [email protected], pelo telefone (46) 99981-9983 ou ir até o Remanso, — na localiza-se na Linha São Braz, no Km 2 —, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h.

* Estagiária que escreve sob a supervisão de Marcilei Rossi

Classificados