Política

Ratinho Jr desembarca em Pato Branco com projeto do Colégio Militar na pasta

["Inaugura\u00e7\u00e3o do aeroporto de Pato Branco, garante presen\u00e7a maci\u00e7a do governo do Estado"] (Foto: Jaelson Lucas/ANPR)

Nesta quinta-feira (10), o governador do Paraná, Carlos Massa, o Ratinho Junior estará em Pato Branco pela primeira vez após ser empossado. A agenda oficial do governador trata a presença, como de inauguração do Aeroporto Municipal Juvenal Cardoso (leia página 5), no entanto, outros assuntos não devem passar desapercebidos.

Na quarta-feira (9), para a rádio Ativa FM, o secretário da Casa Civil, Guto Silva já antecipou que nesta quinta, Ratinho Junior deve assinar em Pato Branco o decreto de ativação do Colégio Militar no município.

Ele também reafirmou a escolha feita no passado, de que o Colégio Estadual La Salle, receberá a estrutura do Colégio Militar.

Ainda na área de educação, Guto afirmou que a única chefia definida para a região de Pato Branco corresponde a do Núcleo Regional de Educação (NRE), que passará a ser de responsabilidade de Marcelo Oltramari.

Aeroportos

Como o motivo principal da vinda da comitiva do Palácio Iguaçu é atribuída a inauguração do aeroporto, Guto também foi questionado quanto a recente declaração do governador.

Ratinho Junior falou da intenção do Estado de intervir a União solicitando a possibilidade ação em dois aeroportos do interior (Londrina e Foz do Iguaçu).

Essa solicitação tem a ver com a Plano Estadual de Logística em Transporte do Paraná e segundo Guto no caso dos dois aeroportos mencionados pelo governador existem problemas pontuais que impedem um melhor aproveitamento das unidades.

Os dos tem problemas de pista. No caso de Londrina, Guto não entrou em detalhes, porém, quanto a Foz do Iguaçu ele mencionou que a cidade que tem o segundo maior destino turístico do Brasil, não recebe voos internacionais, pelo fato de ter uma pista encurtada.

“Se esperarmos o poder Público fazer, vamos esperar 10 anos e não vamos ver sair do papel”, afirmou Guto dando sinais da real intenção do Estado, a de conseguir junto à União a concessão dos espaços e encaminhar para a realização de Parceria Público Privada (PPP), para a as devidas melhorias nos dois aeroportos, contudo, para que isso se desenhe melhor, Guto tem agendada para os próximos dias reunião com o ministro Paulo Guedes [Economia].
 

Classificados