Pato Branco

Ratinho Jr autoriza o Colégio Militar do Paraná de Pato Branco

(Foto: Marcilei Rossi)

Logo após ter recepcionado os passageiros do primeiro voo comercial, que aterrisou em Pato Branco na tarde dessa quinta-feira (10), e de ter desserado as placas no terminal de passageiros, o governador Ratinho Jr, autorizou a instalação do Colégio Militar do Paraná de Pato Branco.

Desde fevereiro de 2018, vem sendo trabalhada a instalação do colégio no município, e ainda na gestão Beto Richa ele chegou a ser anunciado, contudo, no encerramento do governo Cida Borghetti não foi autorizada a instalação.

Com o decreto, a Secretaria de Estado de Educação (Seed) pode iniciar o processo pedagógico para que o colégio militar, que será instalado na estrutura do Colégio Estadual La Salle, comece a funcionar em 2020.

O agora secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva, quando deputado estadual, foi um dos que pleiteou a primeira unidade educacional militar no Sudoeste. “Iniciamos todo o trabalho no ano passado, mas por causa do prazo legal eleitoral tivemos que segurar um pouco na reta final. Agora, com a autorização do governador, avançamos neste processo”, explicou.

Ainda segundo Guto, o desejo era de que as atividades iniciassem ainda este ano. “Hoje [ontem] temos nosso compromisso. O governador assina o ato do Colégio Militar, para que no ano que vem, no início do ano letivo, tenhamos de fato o colégio funcionando em Pato Branco. É uma conquista da cidade, um instrumento novo de cidadania, ficarei muito feliz em trazer esse instrumento tão importante para Pato Branco”.

Com altos índices de rendimento e boas notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o Colégio da Polícia Militar é uma grande demanda da população, afirmou o prefeito Augustinho Zucchi. “É um colégio referencial. A concretização desse projeto significa muito para a nossa população”, disse.

Classificados