Segurança

Polícia vistoria celas da cadeia de Santo Antônio do Sudoeste

["Os objetos que os policiais encontraram nas celas dos presos "] (Foto: Divulgação)

Policiais civis e agentes de carceragem, com apoio do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), realizaram na última segunda-feira uma vistoria (bate-grades) nas celas da cadeia da Delegacia de Polícia de Santo Antônio do Sudoeste.

Segundo o delegado Rodrigo Colombelli, as medidas se deram ante o fato de que na última quinta-feira (11) parentes de um preso tentaram ingressar com um celular durante o dia de visitas. “A parente do preso, que tentou ingressar com o aparelho celular, responderá criminalmente pelo delito de ingressar com aparelho telefônico de comunicação móvel sem autorização legal em estabelecimento prisional. No dia dos fatos, já foi confeccionado um termo circunstanciado de ocorrência”, afirmou o delegado.

De acordo com Colombelli, não foram encontrados celulares, mas localizamos três instrumentos pontiagudos que poderiam ser utilizados para agressões entre os presos ou até mesmo para atentar contra a vida dos agentes de carceragem e de policiais civis. “As vistorias são constantes, a fim de garantir a segurança dos profissionais de segurança pública e dos próprios internos. A parceria do Batalhão de Fronteira, comandado pelo tenente Pazin, foi essencial para esta e outras vistorias que já ocorreram, bem como para as que ocorrerão futuramente”, destacou Colombelli.

Classificados