Segurança

Polícia registra terceiro homicídio do ano em Pato Branco

Na noite da sexta-feira (19), por volta das 21h, foi registrado o terceiro homicídio do ano em Pato Branco — o primeiro foi o latrocínio na linha Chiochetta, o segundo foi em decorrência a um desentendimento em um posto de combustíveis na área central.

O fato da sexta aconteceu na rua Alexandre Gusmão, bairro São Cristóvão, onde Márcio Alves Fagundes, 27 anos, conhecido como Marcinho, foi vítima de vários disparos de arma de fogo.

Marcinho saiu de casa após ter ouvido um barulho na porta de casa, e ao retornar, enquanto estacionava, foi atingido pelos disparos. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para hospital, porém, não resistiu e faleceu em seguida.

Apreensão

Ainda na madrugada do sábado (20), por volta das 2h, equipe da Rotam durante patrulhamento após o homicídio de Marcinho abordou um adolescente de 16 anos que estava andando de bicicleta e de porte de dois revólveres calibre 38.

O adolescente foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil onde inicialmente não comentou sobre o porte de arma.

De acordo com o delegado chefe da 5ª SDP (Subdivisão Policial), Getúlio de Morais Vargas, somente na manhã do domingo (21), na presença da mãe, o adolescente confirmou que teria participado do homicídio da noite anterior.

Durante o interrogatório, o menor, disse ter atirado em Marcinho com as duas armas ao mesmo tempo e que a pessoa que estava com ele somente o observava.

O delegado também relata que o menor afirma ter adquirido as duas armas em Francisco Beltrão, por mil reais cada, a cerca de cinco semanas. Contudo, a mãe do menor afirmou aos policiais que ele não trabalha e que a família não possuía dinheiro.

A versão do adolescente mesmo sendo “estranha” vem sendo apurada pelos policiais, que não conseguiram extrair do menor quem seria a outra pessoa envolvida no crime.

O adolescente que foi encaminhado para o Cence (Centro de Socioeducação) afirmou que o crime teria sido motivado por uma ameaça feita pela vítima há dois meses.

 

Tentativa de homicídio

Na tarde do sábado (20), a polícia também atendeu uma tentativa de homicídio na área rural de Pato Branco.

Segundo o delegado, a tentativa envolveu um casal de Vitorino, em que o homem estaria em Pato Branco fugindo de ameaças. O delegado relata que a mulher foi conversar com o marido com os três filhos menores, e embriagado o homem acabou efetuando disparos contra a esposa, sendo que ela teve um dos braços feridos.

Um dos filhos do casal, uma criança de 4 anos, tentou defender a mãe e o pai acabou dando uma coronhada na cabeça.

A mulher ficou internada até o domingo, sendo que ela e o filho foram submetidos nessa segunda a exame de corpo de delito.

 

Morte em posto

Já com relação às investigações do homicídio registrado na madrugada do domingo (14), que vitimou David Rodrigues, que foi atingido por golpes de faca, no pátio de um posto de combustíveis no centro de Pato Branco, o delegado chefe da 5ª SDP, afirmou que o caso é de responsabilidade de seu colega Marcos Pestano, e disse acreditar que nos próximos dias novidades sejam apresentadas à comunidade.