Segurança

Polícia desarticula quadrilha de assaltantes

["Durante as investiga\u00e7\u00f5es e buscas, foram apreendidas armas, muni\u00e7\u00f5es e drogas "] (Foto: Divulgação)

As polícias Civil e Militar deflagraram na manhã de segunda-feira (1º) a “Operação Muchachos”, com o objetivo de desarticular uma quadrilha de assaltantes suspeitas de roubos ocorridos nos últimos meses na região, entre eles, na agência da Cooperativa Cresol de Nova Esperança do Sudoeste. Mais de 60 policiais civis e militares cumpriram 11 mandados judiciais expedidos pelo Poder Judiciário da Comarca de Salto do Lontra, sendo seis de prisão preventiva e cinco de buscas domiciliares.

Conforme o major Gerson Maurício Zocchi, subcomandante do 21ª Batalhão da Polícia Militar (21º BPM) de Francisco Beltrão, as diligências ocorreram de forma simultânea e sincronizada nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, nas cidades de Barracão, Chopinzinho, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Santo Antônio do Sudoeste, São Lourenço do Oeste (SC) e São Leopoldo (RS).

Segundo o major Zocchi, a quadrilha é suspeita de ter, em plena luz do dia, ao estilo “novo cangaço”, cometido roubo na agência da Cooperativa Cresol de Nova Esperança do Sudoeste no dia 15 de maio de 2018. Evidências colhidas no decorrer das investigações indicam também que no mês seguinte, 28 de junho, a associação criminosa voltou a atacar a mesma cooperativa, agora com a utilização de explosivos tentando abrir o cofre da agência.

Conforme o delegado de Salto do Lontra, Sandro Spadotto Barros, dos seis procurados quatro já estavam presos em Pato Branco e Guarapuava, sendo Daniel de Souza Quadros, Valderi Luís Ferreira dos Santos, Edson Neves de Lima e Élio Nicolas dos Santos. Estão foragidos, Elves Leandro Doardo e Iliane Vieira Inácio. Além da agência do Cresol, o grupo também é suspeito de roubos ocorridos neste ano em Francisco Beltrão, Guarapuava, Chopinzinho, Pinhão, Reserva do Iguaçu, Barracão e Pranchita.

No decorrer da investigação tinham sido apreendidas munições de vários calibres, inclusive de fuzil 7.62; dois coletes balísticos, 1kg de emulsão explosiva, cinco metros de cordéis detonadores, duas pistolas 9mm, um fuzil 7.62, uma metralhadora calibre 45, um revólver calibre 38, um rifle, várias espingardas e cerca de 2kg de maconha, além de veículos roubados pela quadrilha.

Já na operação de segunda-feira houve novas apreensões. Em Santo Antônio do Sudoeste, os policiais apreenderam uma arma de fogo e um tablete de maconha. Em Francisco Beltrão, uma munição de calibre 38, diversos objetos de procedência duvidosa e uma pistola. Já em Dois Vizinhos, foi apreendido um casaco camuflado. Foram apreendidos ainda os celulares dos suspeitos, que serão periciados.

Classificados