Esportes

PM apreende 108 kg de maconha em Manfrinópolis

A droga estava em quatro malas no interior de um Citroën (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar de Manfrinópolis, em patrulhamento na madrugada dessa quarta-feira (13), por volta da 1h25, na PR-483, tentou abordar um Citroën C4 Pallas, placas de Camboriú (SC) e um Golf, placas de Balneário Piçarras (SC), que trafegavam em alta velocidade pela rodovia. Após acompanhamento tático, foi abordado o Citroën nas imediações da linha Osvaldo Cruz. Os policiais encontraram no banco traseiro do veículo quatro malas cheias de tabletes de maconha, que pesaram 108 kg. O condutor alegou que a droga pertencia ao motorista do Golf, que estava fazendo o trabalho de batedor.

Os policiais estavam encaminhando o Citroën, o motorista e a droga para a sede do 21º Batalhão da Polícia Militar (21º BPM) e quando chegaram em Francisco Beltrão avistaram o Golf, mas o condutor voltou a empreender fuga pela avenida General Osório, avançando semáforos e preferenciais até entrar na rua Palmas, onde colidiu o veículo duas vezes contra meio-fio e danificou a direção, mas seguiu ainda por cerca de 600 metros, quando abandonou o carro e tentou fugir a pé. Ele foi alcançado e entrou em luta com um policial, tentando tomar a arma do soldado, quando foi atingido por um tiro na coxa da perna esquerda e encaminhado para receber cuidados médicos.

Segundo informações da Polícia Militar, o condutor do Golf apresentou documentos falsos, tentando se passar por Edson Galic, mas os policiais descobriram seu nome verdadeiro, João Paulo de Castilho, que tinha um mandado de prisão em aberto em seu desfavor, expedido pela Comarca de Porto União (SC).

Além de Castilho e do condutor do Citroën, também foi presa uma mulher que estava acompanhando um dos acusados de tráfico. Eles estariam transportando a maconha para o Litoral de Santa Catarina.

Os policiais militares encaminharam a maconha e os veículos à sede do 21º BPM. Posteriormente, a droga, que pesou 108 kg, os acusados de tráfico e os dois carros foram conduzidos à 19º Subdivisão Policial (19ª SDP) de Francisco Beltrão para as devidas providências.