Esportes

Pela LNF, Pato joga em Tubarão no sábado

Fixo Dudu que se lesionou no jogo com o Foz Cataratas deixa o hospital
O último treino do Pato antes da viagem foi na sexta pela manhã

Entre os primeiros colocados na tabela de classificação da Liga Nacional de Futsal (LNF), o Pato Futsal viajou na noite dessa quinta-feira (13) para Tubarão, para enfrentar no sábado (15) às 13h, o time do sul caratinense, que ocupa a segunda metade da classificação.

No último treino antes do embarque, o técnico Sérgio Lacerda descreveu o Tubarão como “um adversário que conhecemos bem”, afirmando ainda que os 18 pontos da equipe catarinense, “não mostra o desempenho deles”, dizendo também que os próximos adversários “têm feitos bom jogos.”

Lacerda avaliou que como todo jogo de Liga, sempre é esperado um grau alto de dificuldade, mas ponderou que “se queremos nos manter entre os líderes, precisamos pontuar nos últimos dois jogos desta fase [Tubarão no sábado fora de casa e Atlântico na quinta-feira (20) no Dolivar Lavarda], mas para isso precisamos fazer bons jogos.”

Para o penúltimo jogo da primeira fase, Lacerda segue sem contar com Djnoy, Levy e Robério, que seguem no departamento médico, além de Dudu que passou por procedimento cirúrgico na quarta-feira (12).

Di Maria que no confronto da terça-feira (11) com o Foz Cataratas sentiu um desconforto muscular foi avaliado pelo médico do time com uma contratura muscular. “Na realidade, foi um aviso do músculo, que avisou que está cansado”, afirmou Lacerda que vai poder contar com o jogador no jogo de sábado.

Com relação a Dudu, Lacerda disse ter perdido “um atleta com uma característica de entrega, que ‘briga’ o jogo todo, de velocidade. Ele é o jogador que puxa a frente nos trabalhos dos treinos”. Ele também revelou ter conversado com o elenco, chamando o grupo para suprir a ausência de Dudu dentro de suas característica para que o time “continue fortalecido no transcorrer da Liga e do Estadual.”

Ao mesmo tempo, o treinador enfatizou que a “as vezes na lesão de uns, aparece oportunidade para muitos”, assim se referindo que jogadores que não vinham tendo sequência de jogos podem agora passar a compor as formações em quadra.

Dudu

Com menos de 24 horas do procedimento cirúrgico, o fixo Dudu deixou o hospital. Segundo o médico do Pato Futsal, Edenilson Betiol, o jogador teve uma fratura bimaleolar, “ele quebrou o tornozelo”, resumiu o médico, explicando que foi necessário o uso de placa e parafuso no procedimento.

“Foi um procedimento que transcorreu tudo dentro do que a gente já tinha planejado. Agora é questão de tempo para reabilitar”, disse o médico, comentando que o jogador passa a usar tala e muletas e após quatro semanas deve iniciar os trabalhos de fisioterapia.

Quanto ao retorno a prática esportiva, Betiol estimou um período de 4 a 6 meses, com a ressalva da dependência da evolução individual e capacidade do organismo.

Já em casa, em uma rede social, Dudu escreveu “hoje um pouco mais calmo venho aqui agradecer a todos vocês que me apoiaram e apoiaram minha família nesse momento tão difícil da minha carreira!”, ele também comentou o lance que resultou na lesão. “Em um lance de jogo, onde em uma disputa de bola tive uma fratura bimaleolar esquerda, como mesmo disse, lance de jogo que poderia acontecer com qualquer profissional, coisas que ninguém quer passar, mas Deus tem um propósito em tudo que passamos!”

Dudu escreveu que sua recuperação iniciou, mas que “infelizmente o ano termina aqui pra mim, estou por 5 meses afastado do que mais gosto de fazer”, por fim ele agradeceu a todos.

Classificados