Pato Branco

Pato-branquense assume a presidência da OAB Paraná

["Na tarde de ontem (17), aconteceu a cerim\u00f4nia de diploma\u00e7\u00e3o dos novos dirigentes da OAB"] (Foto: Divulgação/ OAB)

Na noite de ontem (17) a nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Paraná, foi empossada. A solenidade aconteceu às 19h30, na Opera do Arame em Curitiba.

O advogado pato-branquense Cássio Lisandro Telles assumiu a presidência da instituição pelos próximos três anos; substituindo José Augusto Araújo de Noronha que passou a ser conselheiro federal.

Também foram empossados os outros advogados que fazem parte da diretoria de Telles. Marilena Indira Winter (vice-presidente), Rodrigo Sánchez Rios (secretário-geral), Christhyanne Regina Bortolotto (secretária-geral adjunta), Henrique Gaede (diretor-tesoureiro) e Alexandre Salomão (diretor de Prerrogativas). Como presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/PR) tomou posse Fabiano Augusto Piazza Baracat.

A posse dos conselheiros estaduais, presidentes das 48 subseções da OAB do Paraná, aconteceu a noite, junto com a nova diretoria. Janio Santos de Figueiredo foi empossado como presidente da subseção de Pato Branco. Ainda na tarde de ontem (17), aconteceu a cerimônia de diplomação dos novos dirigentes da OAB.

O Diário do Sudoeste entrou em contato com o novo presidente, para saber como será sua gestão, o que a advocacia paranaense deve esperar e como pretende trabalhar em seu mandato.

Quando questionado sobre o que os advogados do Paraná devem esperar de sua gestão, Telles afirmou que entre suas metas traçadas, irá lutar por mais dignidade e respeito à classe dos advogados e melhorias na remuneração da categoria.

Contou ainda que irá exigir um ensino jurídico de qualidade. “Nós precisamos que os advogados sejam muito bem preparados para atender as demandas da sociedade e hoje com essa proliferação dos cursos de direito, estamos tendo, infelizmente, instituições que não vem prestando um ensino de qualidade”, contou.

Telles explicou que será uma prioridade em sua gestão proporcionar aos advogados do Paraná a capacitação para trabalhar com as novas áreas de direito. “Vamos lutar pela valorização e defesa das prerrogativas da advocacia e também vamos fazer um trabalho de capacitação da nossa profissão para podermos lidar com o direito eletrônico, criptomoedas e violações virtuais”, explicou.

Segundo o presidente, será nas universidades que os futuros advogados já terão o contato com direito digital, onde serão preparados para lidar com as novas fronteiras do direito. Além de qualificar os advogados para o meio digital, Telles conta que vai lutar também para preservar a atuação da advocacia nos mercados já existentes.

Outra ação de sua gestão será a exigência pela manutenção do exame da ordem. “É necessário que a população seja servida por advogados que passem por uma seleção com condições de aferir pelo menos o mínimo de conhecimento jurídico”.

Ainda sobre sua presidência, comentou a respeito do posicionamento contrário a decisão do Presidente da República, Jair Bolsonaro, onde há possibilidade de extinção da Justiça do Trabalho. “O trabalhador, hoje, tem uma justiça estruturada e se jogar isso para outro ramo da justiça, como a estadual, vai acabar prejudicando a prestação jurisdicional do trabalhador e também outras justiças propostas da excessiva demanda de trabalho”, explicou.

Sendo a segunda vez que um advogado do interior do Paraná toma a presidência da OAB no estado, Telles explica que conhecer o cotidiano da profissão irá ajudar a tomar as decisões necessárias. “Eu vivo exclusivamente da advocacia, não tenho nenhuma outra atividade, pertenço a um pequeno escritório e conheço as dificuldades do cotidiano da profissão”.

*Estagiária que escreve sob a supervisão de Marcilei Rossi

Classificados