Paraná

Paraná tem mais de 305 mil estabelecimentos agropecuários

(Foto: Helmuth Kühl)

Na semana passada, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados preliminares do Censo Agro 2017, que apontou 5.072.152 estabelecimentos agropecuários no Brasil, em uma área total de 350.253.329 hectares.
Os dados apontaram preliminarmente, que em relação ao Censo Agro 2006, a área cresceu 5% (16,5 milhões de hectares, o equivalente à área do estado do Acre) apesar da redução de 2% (103.484 unidades) no número de  estabelecimentos. 
Já esta semana, a unidade estadual do IBGE, repassou alguns dados do Paraná. O Estado representa 2,3% do território nacional e tem uma participação bastante significativa no agronegócio brasileiro. 
Segundo o levantamento, 305.115 estabelecimentos agropecuários do Paraná foram visitados por recenseadores, em uma área de 14.736.374 hectares.
Deste contingente total de estabelecimentos agropecuários paranaense, 52.845 utilizam o cultivo convencional; 96.074, não utilizaram o sistema de preparo do solo; 131.162, fazem uso do plantio direto na palha e 7.056 se enquadram como agricultura/pecuária orgânica.

Perfil
Conforme os dados preliminares, em sua maioria, o setor agrícolado Paraná é formado por homens ao que se refere ao perfil de produtores. 
O Censo Agro 2017, apontou que 86% das pessoas que trabalham com o agronegócio são homens (262.002); 13% são mulheres (40.596) e 1% foi catalogado como não se aplica.
Com relação à idade, pessoas de 30 anos a menos de 60 anos representam a maior parcela da agropecuária paranaense, 62%. Seguido de pessoas de 60 anos ou mais, 34% e menores de 30 anos, 4%.
Em se tratando de cor ou raça, a grande maioria dos trabalhadores do campo no Paraná afirmaram ser brancos, 79,37%; seguidos de pardos, 16,43%; pretos, 2,62%, amarelos, 1,11% e indígenas, 0,47%.
A utilização do terreno também foi estimada no Censo Agro 2017. Dos 14.736.374 hectares, destinados à agricultura no Estado, 43% (6.404.139,306 hectares), são de lavouras — 97% temporárias e 3%  permanentes —; 27% (4.017.802,090 hectares) são de pastagens — 77% plantadas em boas condições, 21 naturais e 2% plantadas em más condições — ; 25% (3.727.686,647 hectares) de matas e florestas — 67% naturais destinadas à preservação permanente ou reserva legal e 25% de florestas plantadas e 8% naturais — e 4% (586.746,274 hectares) de outros.
No levantamento de maquinário utilizado no campo, foram constatadas 166.337 tratores, 71.382 semeadeiras ou plantadeiras, 29.082 colheitadeiras e 36.011 adubadeiras ou distribuidores de calcário. 

Classificados