Segurança

Pai mata o próprio filho no interior de Marmeleiro

["O IML recolheu o corpo de Junior para a necropsia "] (Foto: Ivânia Bonatto/Diário da Informação)

A Polícia Militar atendeu uma ocorrência de homicídio na madrugada de quarta-feira (14) na linha Novo Progresso, interior de Marmeleiro. A tragédia familiar ocorreu por volta das 3h, quando o pai, Avelino Bigatton, 66 anos, matou o próprio filho, Junior César Bigatton, 36 anos, para defender a nora, que estaria sendo agredida por Junior.

O sargento Arlindo Mello dos Santos, comandante do Pelotão da Polícia Militar de Marmeleiro, informou que Junior tinha problemas com o alcoolismo e havia vários Boletins de Ocorrência em que ele era acusado de agredir seus familiares. No entanto, a família, apesar de ter sido orientada, não tinha pedido medida protetiva contra Junior.

O sargento Mello acrescentou que, infelizmente, era uma tragédia anunciada. Pelo que foi levantado no local, Junior estaria agredindo a sua mulher e o seu pai foi defender a nora, quando efetuou um disparo de espingarda nas contas do filho, que entrou em óbito. O pai fugiu com a arma utilizada no crime e não foi localizado.

A Polícia Civil e um perito do Instituto de Criminalística fizeram o levantamento do homicídio. O corpo de Junior foi encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão e liberado para seus familiares realizaram o velório e o sepultamento.

Classificados