Pato Branco

OSB-PB entrega prêmios aos vencedores de concurso de redação

["Os vencedores tamb\u00e9m receberam um voo panor\u00e2mico de helic\u00f3ptero, realizado na tarde de s\u00e1bado "]

Laura Herminio Pinto, da Escola de Artes obteve o primeiro lugar no Concurso de Redação da Semana de Transparência e Combate à Corrupção, organizada pelo Observatório Social do Brasil – Pato Branco (OSB-PB), iniciativa que contou com o apoio da Prefeitura Municipal e da UTFPR, através do Centro Acadêmico Paulo Leminski.

O segundo lugar foi de Rafaela de Aguiar, do La Salle, e o terceiro lugar de Eliandra de Oliveira, do Caic. Também foram finalistas Jady Tayná de Paula dos Santos, do La Salle; Ana Clara Martelli, do Caic; e Gabriela Oldoni Rodrigues, da Escola das Artes.

Os seis receberam um voo panorâmico de helicóptero, realizado na tarde de sábado (7), no Estádio Os Pioneiros, em Pato Branco. O primeiro lugar recebeu R$ 600 em vale presente; o segundo lugar R$ 400 em vale presente; e o terceiro lugar, um kit escolar completo.

As atividades do Observatório Social do Brasil – Pato Branco (OSB-PB) envolveram 3.800 jovens. Participaram do concurso de redação cerca de 100 estudantes.

Segundo Luiz Afonso Wandall, presidente do OSB-PB, o projeto é “o germinar de uma nova consciência, em um país onde a corrupção é endêmica e corrói mais de R$ 200 bilhões ao ano, com recursos financeiros mal empregados ou destinados. Semear uma consciência muda atitudes hoje e, principalmente, amanhã”.

Na oportunidade foram homenageados pelo apoio, representando a Escola Municipal Bairro Planalto, a diretora Ivaneta Eugênia Gambeta Monteiro e a coordenadora Ivone Derkoski; representando a Escola Municipal de Artes, a diretora Rozilei Puntel Carneiro e a coordenadora Delize Defranchesktui Formentão; representando a Escola Municipal São João Batista de La Salle, a diretora Cleriana Guzela e a coordenadora Eliane Merlo dos Santos; Wagner Beninarek; a coordenadora pedagógica da Educação Tempo Integral, Greicy Perotoni; a chefe da Educação Tempo Integral, Iloina Rodrigues da Silva Marcomin; a secretária municipal de Educação, Heloí Aparecida De Carli; o gerente do Senac, Vanderlei Pinheiro Correia; o diretor da Companhia Pegasus de Teatro, Maurício Maculan; além de representantes do Clube de Voo de Pato Branco, do Centro Acadêmico Paulo Leminski e da Planta Garden.

Na oportunidade, o vice-prefeito, Robson Cantu, disse que cerca de 40% do que se movimenta no Brasil é sonegado, o que representa mais de R$ 4 trilhões. “Saltaríamos de um PIB de R$ 7 trilhões para R$ 11 trilhões, o que representaria algo transformador na sociedade”, lembrou Cantu, parabenizando os vencedores.

O fundador do Observatório em Pato Branco, Cláudio Petrycoski, disse que é fundamental criar uma nova visão sobre a aplicação do dinheiro público. Ele disse que os observatórios sociais e entidades com fins similares estão ganhando espaço, pois, gradativamente, há a construção de um novo conceito de uso do dinheiro público no país.

A secretária de Educação, Heloí De Carli, agradeceu o reconhecimento e acolheu a sugestão de intensificar ações em 2019, em parceria com o Observatório, em todas as escolas da Rede Municipal, por sugestão do vice-prefeito.

Para a Executiva do Observatório, Cristiane Canan, o cerimonial fechou com chave de ouro uma série de atividades que vem servindo de referência, inclusive, para outros observatórios do país. “Estamos felizes e este tipo de iniciativa tende a se intensificar”.

São mantenedores do OSB-PB: Sicredi, VMT, Sindimetal Sudoeste, Atlas Eletrodomésticos, Viasoft, Associação Comercial e Empresarial de Pato Branco, Ortec Contabilidade, Tramontini Moldes, UTFPR, Usiplast, Aramart e Maçonaria.

Classificados