Região

Marmeleiro alerta para a vacinação contra a febre aftosa

["Visita feita nas propriedades de Marmeleiro "] (Foto: Assessoria)

Termina no próximo dia 30 de novembro a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa. Em Marmeleiro, existem 1.008 explorações pecuárias e um total de 21.877 animais que deverão ser vacinados até o prazo determinado.

O alerta da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) é de que todo o rebanho deve ser vacinado. Até agora 70% já recebeu a vacina no município.

Em 3.000 propriedades, a Adapar faz vacinação assistida e uma delas foi a do agricultor Luiz Telpisow, do Km 06. Na ocasião, o prefeito, Jaimir Gomes; o vice-prefeito, Altair Gabriel; e o diretor de Agricultura, Guilherme Baggio, acompanharam os trabalhos, ao lado do médico veterinário, fiscal de Defesa Agropecuária, Fábio Monteiro; da assistente de fiscal da Adapar, Roseli Capelina; do chefe de Divisão de Fomento, Rodolfo Gritti; e do chefe de Divisão Agropecuária, Mário Krasmann.

Os agricultores devem procurar uma casa agropecuária para adquirir as doses da vacina contra a febre aftosa e aplicar nos animais do rebanho. A vacinação e a comprovação são obrigatórias.

Quem não vacinar ou não comprovar está sujeito a penalidades. A dose da vacina é 5 ml pra todas as idades, tamanhos e pesos de animais, via subcutânea ou intramuscular.

A orientação é para que sejam utilizadas seringas e agulhas bem limpas e desinfetadas (ferver por 10 minutos). Outro detalhe importante é para que o criador mantenha sempre a vacina bem conservada e refrigerada, em geladeira ou caixa de isopor com gelo e nunca exponha ao sol.

Classificados