Pato Branco

Legislativo leva demanda dos bairros à Secretaria de Esportes

["O gin\u00e1sio do bairro Menino Deus \u00e9 um dos que j\u00e1 foi reformado","",""] (Foto: Helmuth Kühl)

No início deste mês o vereador Fabricio Preis de Mello (PSD) visitou o secretário de Esporte e Lazer de Pato Branco, Paulo Vicente Stefani, e apresentou algumas demandas dos moradores dos bairros de Pato Branco.

De acordo com o vereador, os moradores aguardam pela construção de áreas de lazer e outros investimentos. Já tramita na Câmara Municipal o Projeto de Lei 202/2018, que dispõe sobre a concessão de auxílio financeiro a associações esportivas que representam o Município em competições regionais, estaduais, nacionais e internacionais.

O projeto de lei insere valores destinados às despesas, priorizando a transparência nas prestações de contas. “A iniciativa também tem por objetivo incentivar as associações que representam o Município em competições oficiais”, explicou o vereador, salientando que também valoriza os atletas a continuarem treinando e buscando novos caminhos.

Segundo a assessoria da Câmara, o secretário Stefani explicou que o orçamento anual da Secretaria está próximo a R$ 8 milhões e que na medida do possível tem atendido as reivindicações das entidades. A liberação de recurso se processa através das associações esportivas, ou seja, via jurídica. As demandas das pessoas físicas atletas estão concentradas no pagamento de despesas de alimentação e transporte.

Em relação à implantação de áreas de lazer nos bairros Anchieta, Vila Esperança, Gralha Azul, Cadorin e Cristo Rei, o secretário enfatizou ao vereador que está em andamento o projeto de construção. Inclusive, o projeto destinado ao bairro Cristo Rei já é uma realidade. O pedido levado pelo vereador ao secretário-chefe da Casa Civil, Luiz Augusto Silva, está prestes a ser atendido.

De acordo com informações da assessoria da Câmara Municipal, o governo do Estado deverá liberar o recurso e o Município fará a licitação e a construção da área de lazer. Também estão asseguradas áreas de lazer para os bairros São Francisco, Vila Izabel e no Centro, entre as ruas Osvaldo Aranha e Itacolomi.

Em entrevista ao Diário do Sudoeste, na tarde dessa sexta-feira (17), o secretário de Esporte e Lazer, Paulo Vicente Stefani, contou que as solicitações são de melhorias na estrutura dos ginásios polo esportivos dos bairros, como pintura e manutenção em geral. “Tenho que agradecer a parceria com a União de Bairros, que tem auxiliado muito com os mutirões e trabalhos voluntários, uma vez que temos dificuldade de mão-de-obra para realizar o serviço. Nunca se reformou tantos polos esportivos como nesta gestão, assim como revitalização das praças e áreas de lazer. Foram reformados os polos do Planalto, Menino Deus, Santo Antônio, entre outros. Temos problemas sérios em dois ginásios, nos bairros Bela Vista e Vila Esperança, que são aqueles construídos pelo Estado, com a estrutura aberta, porém para reforma-los o investimento é muito alto. Já doamos a tinta para pintar o ginásio do Cadorin e o do Cristo Rei já está na reta final da reforma”, explicou.

Stefani lembrou que no Esporte algumas demandas são pontuais e também precisam ser atendidas. Ele citou o exemplo do Pato Basquete, que agora está na NBB, e que precisava de um espaço para jogar. Na ocasião, o Município contou com a ajuda da Fiep para reformar a quadra do Sesi. Agora, a demanda se volta para as equipes do voleibol, do handebol e do futsal feminino, que também precisam de espaços adequados para jogar.

A Secretaria está pensando em disponibilizar espaço na AABB, para o vôlei, e o ginásio do bairro Industrial para o handebol e o futsal feminino, mas para isso necessita de recursos para reformar esses espaços. “No Industrial, por exemplo, é preciso fazer todo o plano de prevenção de incêndio, que também depende de outros departamentos, como o IPUPB (Secretaria de Planejamento Urbano), para a realização do projeto”, enfatizou.

 

Classificados