Pato Branco

Legislativo autoriza investimentos na construção de pontos e terminais de ônibus

["O novo plano prev\u00ea a constru\u00e7\u00e3o de um terminal urbano de integra\u00e7\u00e3o","",""]

Um dos principais focos de reclamação dos usuários do transporte coletivo, os pontos e terminais de ônibus devem ser construídos nos próximos meses. O plenário do Legislativo aprovou, na segunda-feira (22), o projeto que autoriza o gestor municipal abrir crédito especial, no valor de R$ 5 milhões. O valor é resultado da outorga apresentada pelo Consórcio Tupã na licitação para a concessão do transporte coletivo. O valor vai ser utilizado para gerar melhorias no sistema do transporte coletivo.

Segundo a Secretaria de Planejamento Urbano, no edital, o valor da outorga ficou em R$ 1.197.135,50 para 50 pontos, ainda, R$ 709.548,40. Esse valor é diferente do que foi recebido da outorga onerosa de R$ 4.700.000,00, assim fica notável que pode ser realizado o dobro de quantidades de abrigos, estruturando e melhorando a malha urbana, não apenas privilegiando o eixo da Avenida Tupi, mas levando melhoria para os acessos principais dos bairros, outras ruas de acesso e eixos de conexão da cidade, como as ruas Tocantins, ltacolomi, Caramuru, Arariboia, Xingu, entre outras.

Os novos pontos a serem executados totalizam 110 unidades, divididos em cinco tipos de abrigo: Ponto Tipo 1VPB (43 unidades); Ponto Tipo 1W (57 unidades); Ponto Tipo 2 (5 unidades); Ponto Tipo 3 (2 unidades) e Estação Ponto (3 unidades).

Além dos 110 pontos de ônibus, o novo plano prevê a concentração de mini terminais em um único local, com a construção de um terminal urbano de integração, que será a central dos pontos de ônibus, com área de aproximadamente 650 metros quadrados no Centro e com toda a infraestrutura básica de água, bancos, painéis informativos das linhas e horários.

Debate

Durante a discussão do projeto, os vereadores destacaram a importância das novas ferramentas de mobilidade urbana. O vereador Fabrício Preis de Mello (PSD) registrou, por exemplo, que aliado aos novos investimentos é necessário dar atenção aos meios de acessibilidade.

O líder de governo, Claudemir Zanco, Biruba (PDT), lembrou que o projeto prevê a construção de um grande terminal no Centro, além disso, o projeto vai viabilizar a integração, ou seja, o passe integrado no transporte coletivo.

A vereadora Marines Boff Gerhardt (PSDB) acredita que com o terminal urbano, a integração e a concentração de usuários em um mesmo local, é possível reduzir a superlotação em horários de pico, pois o usuário tem a opção de escolher aquele que apresentar uma lotação mais adequada.

A transformação é relevante, na opinião do suplente de vereador Amilton Maranoski (PV). O sistema atual não protege o cidadão enquanto aguarda a chega do coletivo, que o novo sistema gere mais comodidade e segurança à sociedade.

Para o vereador Gilson Feitosa (PT), o número de pontos de ônibus é reduzido, o projeto deve alcançar mais de 300 pontos para atender a demanda. De qualquer maneira, vamos acompanhar todo o processo de investimento, a começar pelo sistema de licitação até a construção dos pontos e terminais. “São muitas as pessoas idosas, doentes que se utilizam do transporte público”, afirma Gilson, por isso é necessário disponibilizar o mínimo de conformo nos pontos de ônibus, ainda, é imprescindível que os usuários do sistema ajudem a fiscalizar a aplicação do recurso.

O líder do SD, vereador Joecir Bernardi, espera que a nova estrutura atenda com dignidade as demandas dos usuários do transporte público, principalmente através de conforme e segurança.

Carlinho Polazzo (Pros) ressaltou a importância dos investimentos, mas também defende melhorias nas acessibilidades, como, por exemplo, nas calçadas, que, segundo ele, a maioria está intransitável. Ele fez uma alerta ao gestor municipal da urgência em começar a executar o Programa Recuperação de Calçadas, o chamado Pro-recal.

O líder do MDB, vereador Moacir Gregolin, seguiu a mesma linha de pensamento da maioria e também destacou a relevância dos investimentos que contemplam a mobilidade urbana.

Classificados