Pato Branco

Jovens representam a maior demanda de emissão de carteiras de trabalho

De fevereiro a julho, a Agência do Trabalhador emitiu mais de 1,3 mil documentos, destes 95% foram para o público de 14 a 18 anos

Assim como a maioria dos jovens que buscam o primeiro emprego, o estudante, Tiaraju Luza Junior, de 15 anos, já está se preparando para o mercado de trabalho. O adolescente, que retirou na tarde de ontem (10), na Agência do Trabalhador, sua Carteira de Trabalho conta que está ansioso pelo seu primeiro emprego e que irá aceitar qualquer oportunidade que aparecer. “Eu quero conseguir um emprego, não tenho preferência por setor ou local”, contou orgulhoso.

Desde fevereiro deste ano, mais de mil jovens passaram pela Agência do Trabalhador, em Pato Branco, a fim de emitir a sua primeira via da Carteira de Trabalho (CTPS).

De acordo com a responsável pela emissão das carteiras, no município, Maristela Mallmamm, até ontem, foram emitidas 1330 Carteiras de Trabalho.

A funcionária explicou ao Diário do Sudoeste que, do total de documentos emitidos, 95% foram para menores, entre 14 e 18 anos. “Os jovens representam a maioria da população que nos procura para a emissão do documento. Já os adultos, solicitam apenas segunda via da carteira, — por extravio ou por já estar completa”, conta.

Segundo o chefe da agência em Pato Branco, Clóvis Gresele, além das emissões do documento, também há uma grande procura e interesse, dos jovens, por emprego. No entanto, a oferta de vagas para este público é baixa, pois, segundo Gresele, as empresas estão realizando suas contratações diretamente com os candidatos. “Nós temos muitos currículos parados aqui na agência, mas infelizmente não temos vagas para esses jovens. Gostaríamos que as contratações passassem por aqui”, reflete.

Gresele contou ainda que as empresas não exigem muitas especificações na contratação de jovens aprendiz. “Porém, as poucas vagas que surgem na agência, são para jovens acima dos 18 anos de idade”.

Ele também relata o exemplo de uma indústria de grande porte do município que possuiu política de contratação diferenciada. Conforme o chefe da agência, a empresa, abre processo seletivo, contratando filhos de seus colaboradores. Esta prática é vista com bons olhos por Gresele, por ao estar próximos a seus pais, os filhos se sentem mais seguros para ingressar no mercado de trabalho.

Como fazer a Carteira de Trabalho

Para emitir a primeira via do documento, é necessário ir até a Agência do Trabalhador, em Pato Branco. O cidadão precisa ter em mãos: Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência e certidão de nascimento.

A idade mínima para fazer a carteira é 14 anos. “Abaixo dos 14 anos, a emissão da carteira de trabalho é feita somente com ordem judicial”, explica Mallmamm.

Já para a emissão da segunda via do documento, é preciso o número da primeira carteira de trabalho ou o boletim de ocorrência, em casos de perda ou roubo.

A Agência do Trabalhador fica localizada na Travessa Santo Cola, n° 102, bairro Baixada, próximo ao Supermercado Patão, em Pato Branco.

Caged

Em 2017, Pato Branco encontrava-se em primeiro lugar no Paraná, na geração de emprego. Neste ano, o índice do município, que fechou 2018 com saldo negativo de geração de empregos, caiu para a quarta posição, como mostrou recentemente o Diário.

Segundo Gresele, esta mudança no ranking se deu devido a estagnação na indústria de transformação e a baixa na construção civil. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, divulgado no fim de junho, o município fechou os primeiros cinco meses de 2019 com 1.894 vagas abertas. “Já estamos apresentando uma melhora no cenário, em comparação com o ano passado”, reflete Gresele.

O chefe da agência explicou ainda que, os setores que se destacam na criação de vagas de trabalho, no município, foram a construção civil, comércio e serviços. “A indústria de transformação, que estava sempre em primeiro lugar está em quarto ou quinto lugar”.

Vagas abertas

Se na Agência do Trabalhador a oferta de vagas de estágio é baixa, o que segundo o chefe da unidade, é uma opção das empresas, com certa frequência são divulgadas vagas de estágios.

Um exemplo é o próprio Executivo, que somente nas últimas semanas anunciou a contratação de estagiários de Educação Física, Administração e Publicidade e Propaganda.

A mais recente oferta do setor público, foi feita pela Câmara Municipal de Pato Branco, que está com processo seletivo aberto. São três vagas: uma para estudante de nível superior (Direito) e duas vagas para alunos de cursos técnicos profissionalizantes (Secretariado, Serviços Secretariais e Técnico em Administração).

As inscrições podem ser feitas até 23 de julho na página da Câmara na internet (http://estagios.patobranco.pr.leg.br/).

A vaga para estudante do curso de Direito prevê uma bolsa auxílio de R$ 570 + auxílio transporte de R$ 50. A carga horária é de 4h diárias de segunda a sexta-feira no período vespertino.

As vagas para estudantes de cursos técnicos profissionalizantes na área de Secretariado prevê uma bolsa auxílio de R$ 430 + auxílio transporte de R$ 50. A carga horária é de 4h diárias de segunda a sexta-feira, sendo uma vaga para o período matutino e outra para o período vespertino. O estágio terá prazo inicial de um ano podendo ser prorrogado.

*Estagiária que escreve sob a supervisão de Marcilei Rossi

Classificados