Região

Jovens desenvolvem projeto em prol dos animais em São João

A princípio, o projeto contempla quatro pontos estratégicos (Foto: Divulgação)

Assim como os humanos, os cães e gatos também necessitam de comida, água limpa e um local adequado para viver. Da mesma forma que em outros municípios do Sudoeste do Paraná, em que iniciativas são realizadas por protetores, em São João os animais de rua também recebem atenção.

Como não é possível atender a toda demanda de animais abandonados, dois amigos são-joanenses, Eduardo Borsato e Joana Caroline Risso, resolveram iniciar, no final do mês de janeiro, um projeto no município: “Todos pela causa animal (TPCA)”.

Os jovens são amigos há algum tempo e têm em comum o amor e a preocupação com os animais. “Decidimos fazer algo para tentar mudar a vida deles, pois na nossa cidade, apesar de pequena, tem um índice muito grande de abandono e maltrato aos pequenos”, justifica Joana.

Ela explica que, junto com outros amigos, “colocamos projetos na mesa que estão ao nosso alcance; conseguimos bastante doações de garrafas pet e ração, com isso, tirando do papel o nosso primeiro projeto, simples, mas que queremos fazer melhorias com o tempo”.

A iniciativa consiste na instalação de bebedouros e comedouros com garrafas pet, em alguns pontos da cidade, tanto para cães, como para gatos. Conforme Joana, eles foram instalados em lugares onde alguém possa trocar a água e ração todos os dias.

Eduardo acrescenta que o principal receio, antes que fosse colocado em prática o TPCA, era que algumas pessoas colocassem veneno nos potinhos.

“Assim, os pontos também são estratégicos, nos quais têm câmeras de segurança e pessoas conhecidas que cuidam. É importante lembrar que a água é trocada todos os dias para evitar dengue (temos alguns protetores, como chamamos, que nos ajudam a trocar a água)”.

No momento, são quatro locais que fazem parte do projeto: na rodoviária, no posto de saúde, na praça municipal, além de um bairro. “Tínhamos também em frente ao colégio em que estudávamos. Mas, infelizmente, foi arrancado no mesmo dia em que colocamos”, lamenta o jovem.

Apoio

Apesar de algumas exceções, o projeto tem sido visto com bons olhos por boa parte da população. “Muitas pessoas nos apoiam. Por outro lado, infelizmente, outras julgam errado e estão fazendo coisas contra nossos projetos, pois não temos ajuda de nenhum órgão público, apenas de uma porcentagem da cidade. Mas não vamos desistir, estamos com foco em ajudar nossos amiguinhos e não desistiremos tão fácil deles”, destaca Joana.

Além dessa iniciativa, os jovens pretendem desenvolver outros projetos em prol dos animais. Um deles é conseguir um local e construir um canil. “Pois na rua eles ainda correm muito perigo e, com a chegada do frio, ficaremos muito mais preocupados. Então a ideia é entrarmos em contato com o prefeito Altair Gasparetto, solicitando se possível um pequeno lote para que possamos abrigar nossos bichinhos e tirá-los da rua”, afirma a jovem.

Antes disso, conforme Eduardo, eles pretendem juntar dinheiro para comprar remédios, como desverminantes, anti-pulgas e para machucados. “Também pretendemos aumentar o número de comedouros e bebedouros, conforme recebermos informações de lugares onde têm cachorros abandonados”.

Doações

Para que o projeto inicial e os demais possam ser concretizados, os jovens contam que estão aceitando todo tipo de doação. “Desde cobertas velhas, casinhas que não são mais usadas, ração, remédios e dinheiro. O dinheiro está sendo guardado e, quando atingirmos um valor considerável, vamos postar todos os comprovantes em nossa página no Instagram [@todospelacausa], para que as pessoas possam acompanhar”, explica Joana.

Eduardo também lembra que outra forma de contribuir com a causa é que a população ajude a monitorar os pontos onde foram distribuídos os recipientes. “Assim, evitando com que eles sejam removidos, bem como cuidando para que ninguém faça alguma maldade, como colocar veneno nos potes”.

Os jovens também lembram que o projeto só está sendo possível, devido à ajuda da população. “Um grupo, que é nosso parceiro, é o SOS Animais. Também recebemos doações de ração de um pet shop de São João, e doações de outros voluntários. Quem quiser colaborar, pode entrar em contato conosco, por meio da nossa página do Instagram: @todospelacausa”, finaliza Eduardo.

Classificados