Região

Jovem beltronense tem pé amputado após acidente e ganha apoio de amigos para compra de prótese

Quem quiser ajudar na campanha pode depositar qualquer valor na Caixa Econômica Federal, agência 0956, operação 013, conta poupança 62400-4
Aline Maas se surpreendeu com a repercussão do acidente e do grande apoio de amigos e familiares na campanha criada na internet (Foto: Divulgação )

Do dia para a noite, a vida da jovem Aline Maas, 24 anos, mudou drasticamente. Um acidente na quinta-feira (4), envolvendo a moto em que ela conduzia e um veículo no centro de Francisco Beltrão, deixou consequências graves. Apesar de todo o atendimento médico prestado pelo Hospital Regional Dr. Walter Pécoits - para onde foi encaminhada-, a jovem teve o pé amputado.

Aline Maas se surpreendeu com a repercussão do acidente e do grande apoio de amigos e familiares na campanha criada na internet

Um choque dolorido, que Aline terá que encarar com apoio da família e dos amigos. E que amigos! Logo que ficaram sabendo da gravidade do caso e que a jovem perderia o membro, a turma se mobilizou nas redes sociais. Segundo a fotógrafa e amiga Caroline Moschei, por meio do Instagram e Facebook, uma campanha foi criada para arrecadar valores que possam ajudar no tratamento e na compra de uma prótese.

“Estamos com o número da conta da Ally para doações de todos os valores. E estamos fazendo uma rifa que será impressa, com vários prêmios para arrecadar verba. Além disso, no dia 16, a promotora de eventos Gelisa Lise – aliás, Aline faz parte da equipe de trabalho de Gelisa - irá promover um chá beneficente junto ao Brum Bistrô, com prêmios. Tudo para conseguir mais dinheiro.”

Apesar da grande perda, Aline descobriu força para começar uma nova etapa em sua vida. “Tenho que esperar minha perna curar. Meu foco é viver um dia de cada vez, agora, é um passo por dia. O passo de agora é a cicatrização e boa recuperação para começar a trabalhar a perna e usar a prótese”, disse a jovem em entrevista ao Diário do Sudoeste.

Ainda é cedo para saber exatamente os valores que serão gastos na instalação da prótese, até porque é preciso iniciar a fisioterapia e decidir qual será o modelo mais adequado à jovem. Mas diante do sofrimento, Aline se surpreendeu com o carinho dos amigos e da família. “Eu não esperava a repercussão, não esperava uma campanha do tamanho que está sendo feita, se quer imaginei que meus amigos, minha família e meus colegas de trabalho fizessem isso por mim. Todo mundo está compartilhando e ajudando. Isso está sendo incrível.”

Quem quiser ajudar na campanha pode depositar qualquer valor na Caixa Econômica Federal, agência 0956, operação 013, conta poupança 62400-4.