Pato Branco

Inteligente e conectada, Pato Branco está entre as dez mais do Brasil

Pato Branco é a 5ª cidade mais inteligente do Brasil
Cerca de 70 itens foram avaliados para obtenção do índice (Foto: Helmuth Kühl)

Mais uma vez Pato Branco figurou entre as cidades brasileiras mais inteligentes e conectadas. O ranking divulgado nessa segunda-feira (11) pela revista Exame, foi montado pela consultoria Urban Systems e nele, Pato Branco aparece em 5º lugar entre os municípios com até 100 mil habitantes.

os itens avaliados que contribuíram para a colocação do município estão a mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, econômica, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança, que foram medidos em 70 itens diferentes.

Na lista, além de Pato Branco, o único município do Paraná, estão cinco paulistas, um catarinense e três mineiros. Localidades que segundo a publicação são responsáveis pela construção de soluções inovadoras paras os centros urbanos, demostrando eficiência, mesmo com limitação orçamentária.

Tendo por base dados de 2016, a relação aponta Pato Branco, com 79.869 habitantes, porém, dados mais recentemente demonstram uma população estimada de 80.710 habitantes segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O prefeito Augustinho Zucchi define a cidade como “diferenciada” e diz que “tanto o Poder Público, como a iniciativa privada fazem sua parte e mostram ao Brasil que é possível atingir resultados, se fazer as coisas direito”.

Mencionando os itens avaliados, o prefeito destaca o orçamento municipal, o que é possível fazer e o que é executado, contudo, pontua também a importância de indicadores de educação, conectividade (tecnologia e inovação) e saúde. “Isso indica que estamos em um bom caminho, ao mesmo tempo que nos entusiasma para continuarmos trabalhando”, afirma Zucchi lembrando o momento econômico do País, e mencionando que o município está “na contramão dos acontecimentos”.

Cidade modelo

Dizendo que o objetivo não é ser nem melhor, nem pior que outros municípios, Zucchi voltou a defender Pato Branco como cidade modelo, para tanto afirma que “nós temos que estar com a condição e qualidade de vida que seja exemplo para o País”.

Segundo ele, o novo índice é fruto da ação de todos e, portanto, a comunidade tem que comemorar.

Defendendo a continuidade de ações conjuntas entre o Poder Público e a iniciativa privada, ele pontua que com a liberação do aeroporto, conclusão do parque ambiental e obras de infraestrutura, a cidade tem condições de ter uma boa qualidade de vida, e exemplo para o País.

Inteligente

Géri Natalino Dutra, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, lembra que o ranking leva em consideração diferentes pontos, todavia, ao que se refere ao setor tecnológico, ele lembra que as empresas do setor têm crescido mais de 10% ao ano, o que contribui para a manutenção dos quase 5 mil postos de trabalho.

O secretário comenta ainda que indicadores como o anunciado servem como atrativos para novos investidores, como é o caso de uma nova empresa de componentes eletrônicos, com matriz em Curitiba, que deve em breve se instalar no município, e que tem a previsão de até dezembro de 2018 gerar 90 novas vagas de trabalho.