Segurança

Insubordinação de presos na 5ª SDP é controlada

(Foto: Helmuth Kühl/Diário do Sudoeste)

Na manhã desta terça-feira (19), iniciou em Pato Branco uma insubordinação na 5ª Subdivisão Policial (5ª SDP). Os presos queriam mudar rotinas com relação à saída para o solário devido à superlotação do cadeião, que tem capacidade para 44 e esta com 272 detentos.

Com a agitação dos presos as polícias Civil e Militar realizaram bloqueio no entorno da Delegacia de Polícia. Os presos fizeram algumas reivindicações para o delegado-chefe da 5ª SDP, Helder Lauria, que durante conversa controlou a insubordinação, mas equipes da Rotam foram ao local para evitar novos tumultos.

Em entrevista coletiva, o delegado Helder Lauria, disse "nós temos uma superlotação e os presos acabaram fazendo alguns pedidos para trocar algumas rotinas, como saída de banho de sol, entre outros procedimentos. Entendemos que são rotinas de segurança. Eles tentaram se movimentar, mas foi conversado, foi entrado em acordo e já voltaram às rotinas normais", afirmou.

Com relação à superlotação, o delegado informou que a 5ª SDP está em contato com vários órgãos para transferências. "Já ligamos para Curitiba, para o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen), para a nossa chefia também, a Divisão Policial do Interior (DPI) e já estão todos cientes se mobilizando para as transferências", completou.

Conforme informação do delgado-adjunto da 5ª SDP, Marcos Pestano, dos 272 presos, mais de cem já foram condenados e deveriam estar em penitenciárias. Como a capacidade é para 44, tem quase sete vezes mais presos do que o previsto, uma superlotação, aumentando o risco de rebeliões e tentativas de fuga.

Classificados