Pato Branco

Fim de semana com novas quedas de luz em Pato Branco

Quedas bruscas de luz aconteceram no fim de semana em PB (Foto: Helmuth Kühl)

Na quarta e quinta-feira da semana passada (11 e 12), duas quedas de energia chamaram a atenção da população de Pato Branco. Os picos de luz não levaram mais do que dez minutos para retornar, mas mesmo o pouco tempo já serve para causar transtornos.

Quedas bruscas de luz aconteceram no fim de semana em PB

Na oportunidade, o gerente da Copel de Pato Branco, Douglas Bausewein, explicou em entrevista ao Diário do Sudoeste que as quedas se deram em virtude de um problema em um dos dois transformadores de energia, situado na subestação, que atende o município. “Com isso, em torno de 50% da população, que corresponde a 34 mil consumidores, ficou oito minutos sem energia na manhã de quarta (11), entre 10h53 e 11h01.”

Salientou ainda que durante o dia o problema foi resolvido quase que eu sua totalidade, tendo novamente um pico de luz no fim da tarde do dia 11, devido ao trabalho de configuração original da rede de energia. Na quinta, outras duas quedas ocorreram, mais curtas, com dois minutos de duração. O motivo: retomada do conserto iniciado na quarta-feira.


Novas quedas no fim de semana

De acordo com a Copel, não havia previsão para novas quedas, já que o problema foi solucionado. Porém, neste fim de semana, moradores de vários bairros e do centro ficaram sem luz por alguns minutos. Como se tratam de quedas rápidas, o problema maior não é ficar sem a energia para os afazeres domésticos, disseram os leitores do Diário. “O problema é o que pode causar estes picos repentinos e algumas vezes consecutivos”, salientou um morador do centro.

Nas redes sociais, muitos leitores disseram ter tido prejuízos com a queima de aparelhos eletrônicos, que ocorreram bem no momento das quedas de energia. “Perdemos trabalhos, e um nobreak foi-se”, contou Anna Flávia Abreu Macari. Outra moradora de Pato Branco, Rejane Andrea Barreto Reis, disse que “o motor do portão eletrônico queimou”. Luciane Pretto teve o computador da empresa danificado. E há quem conheça histórias de amigos que já passaram pelo problema, como Luís Fernando Brod. “Comigo ainda não aconteceu, mas conheço alguns profissionais que perderam equipamentos pelas quedas, ocasionando dores de cabeça em seus trabalhos.”

Uma consumidora de Pato Branco teve o computador queimado com a queda de luz
                                    (Arquivo pessoal)

Como proceder

Caso algum consumidor tenha sido prejudicado com a queima eletroeletrônico, durante essas quedas de energia, o gerente da Copel orienta que a população tem direito a pedir o ressarcimento. “Não quer dizer que a Copel ressarcirá. Até porque o ressarcimento tem que ser pautado nas regras da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Mas o cliente tem direito a pedir ressarcimento”.

Para isso, o consumidor deve entrar em contato por meio do 0800-510-0116 ou pessoalmente na Avenida Tupi, 3636, em frente à Fiat. “Ele deve informar o horário que queimou o eletroeletrônico, e o dia. E a Copel irá analisar. Pedimos que entrem em contato conosco, que o atendente irá orientar, para que o cliente saiba exatamente como prosseguir”, concluiu o gerente.

Na reportagem concedida na semana passada, Bausewein disse que novas quedas não estariam previstas, exceto se surgisse um segundo problema. E salientou que, “se não tivéssemos um segundo transformador, a população ficaria sem energia das 11h às 18h de quarta-feira”.