Pato Branco

Empresas da Incubadora Municipal participam do Show Rural Coopavel

Em 2019, feira contou com espaço voltado para a tecnologia (Foto: Myckael Allan Kaefer)

Duas empresas incubadas na Incubadora Municipal de Pato Branco participaram do Show Rural Coopavel, um dos maiores eventos do setor do agronegócio no Brasil, realizado entre os dias 4 a 8 de fevereiro, em Cascavel.

A Agross realizou o lançamento de sua marca no mercado através da feira, no espaço dedicado a área de tecnologia, onde também aconteceram atividades como o hackathon, uma maratona de programação. De acordo com Thiarles Prado, um dos fundadores, a empresa criou uma plataforma de cashback para o agronegócio, a partir de um problema detectado no setor, o pagamento com atraso de poucos dias.

Segundo ele, a inadimplência de agricultores para com cerealistas e lojas de insumos, por exemplo, é muita baixa. Porém, é comum que produtores atrasem o pagamento por curtos períodos de tempo.

Com isso, as empresas chegam a fazer empréstimos, e consequentemente pagar juros, para manter o fluxo de caixa, entre outras consequências. Por meio da plataforma, as empresas podem oferecer uma compensação aos agricultores para o pagamento em dia, como o retorno de um percentual do valor da compra, por exemplo. Prado avalia que lançar a plataforma na feira é uma oportunidade, pois o evento é voltado especificamente para o seu público alvo.

A Terris participa pela terceira vez do Show Rural Coopavel. “É um evento que tem reconhecimento, onde podemos encontrar parcerias”, comenta Sidney Gaspari, responsável de vendas da empresa, que também já participou do Agrishow, evento internacional realizado no estado de São Paulo.

Ele explica que a empresa desenvolve equipamentos de automação de plantio e agricultura de precisão, como sensores de plantio e monitores de fluxo, que identificam, por exemplo, falhas em plantadeiras. “Se faltar sementes, se entupir um cano ele mostra para o operador”, completa.

Incubadora

Gaspari analisa que a base oferecida pela incubadora municipal, como espaço, treinamentos e mentorias foram fundamentais para o desenvolvimento da empresa.

A incubadora funciona dentro do Parque Tecnológico de Pato Branco, e oferece suporte para o desenvolvimento de empreendimentos inovadores.

acordo com Géri Natalino Dutra, secretário municipal de ciência, tecnologia e inovação, atualmente há 18 empresas incubadas, além de 10 empresas em processo de incubação e 12 pré-incubadas. Ele ressalta que outras instituições que também promovem a incubação de empresas, como a UTFPR.

O secretário explica ainda que o edital para a seleção de novos projetos é de fluxo contínuo, ou seja, está permanente aberto, e disponível para consulta no site smcti.patobranco.pr.gov.br/editais.

Também é possível obter informações pelo telefone 3220 – 6080. Segundo o secretário, o município conta com uma equipe para auxiliar os interessados em apresentar projetos.

Geri comenta ainda que a participação em feiras setoriais é importante para as empresas incubadas, pois se trata de uma oportunidade de se comunicar diretamente com o seu público alvo e de tornar seus produtos conhecidos.

Classificados