Região

Comunidade Terapêutica Renascer completa dois anos em Dois Vizinhos

(Foto: Divulgação)

Em 2014, um grupo de empresários de Dois Vizinhos resolveu criar a Comunidade Terapêutica Renascer de Dois Vizinhos (CRT-DV). Entretanto, os trabalhos se iniciaram em 2017, quando Dulcimar José Spohn assumiu a responsabilidade operacional.

Situada no KM 2, na PR-281, a entidade tem como finalidade o acolhimento e tratamento terapêutico de dependentes químicos e de álcool, sendo prestados serviços a homens, entre 18 e 65 anos, que estejam vivenciando situações de vulnerabilidade e/ou risco pessoal, decorrentes de uso de substâncias psicoativas, álcool e outras drogas.

Segundo Spohn, a adesão aos serviços da CTR-DV é voluntária, sendo que o acolhido tem a responsabilidade de participar de todas as atividades propostas, contemplando a convivência, a espiritualidade e a promoção do autocuidado e sociabilidade dentro da comunidade. “Os acolhidos são encaminhados pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), secretarias antidrogas, serviço social, igrejas ou família. Lembrando que o acolhimento ocorre apenas em regime de internamento voluntário”.

Unidades

Além de Dois Vizinhos, que tem capacidade para atender 30 pessoas e hoje conta com 25 acolhidos; a Comunidade Terapêutica Renascer também possui uma unidade em Cascavel, a qual tem capacidade para 50 pessoas e atualmente possui 30 acolhidos. “O serviço é ofertado de maneira acolhedora, na forma de residência/moradia, com alimentação, higiene, conforto, segurança e cuidados para a manutenção da convivência comunitária e familiar, da saúde e/ou sua recuperação”, explica o responsável.

Ele conta que, em ambas as unidades, o atendimento é individual, composto por uma equipe multiprofissional. Além do responsável operacional, o local possui médica clínica, que dá suporte na área de Psiquiatria; assistente social, fisioterapeuta, terapeuta, conselheiro terapeuta em dependência química, professor de educação física, coordenadora e três monitores. Já na unidade de Cascavel, a equipe é composta por psicóloga; assistente social, psicopedagoga, professor de educação física, secretaria, conselheiro terapeuta em dependência química, monitor administrativo e cinco monitores.

Tratamento

Nas estruturas são atendidos homens de toda a região Oeste e Sudoeste paranaense. Conforme Spohn, o tratamento terapêutico tem duração entre seis meses e um ano, em tempo integral. “Os acolhidos são estimulados a participar de atividades diárias de rotina da associação, tendo a promoção de autocuidado e sociabilidade, a disciplina e a oração como principais ferramentas na recuperação”, explica. Para as tarefas diárias, segundo ele, é realizada uma escala de organização e divisão das atividades, em que todos os acolhidos participam, revezando entre as atividades de horta/lavoura, manutenção da casa, pequenos consertos, limpeza, alimentação, oração e outros. “Assim, tendo estabelecida a rotina com horários para alimentação, descanso, espiritualidade e laborterapia”.

Quanto à espiritualidade, segundo Spohn, ocorrem com apoio dos voluntários das paróquias do município. “A Renascer conta com grupos de autoajuda: NA, AA e AE; Pastoral da Sobriedade e Espiritualidade Cristã, com catequese para adultos, celebração da palavra e grupo de oração RCC. Ainda, os padres católicos atendem semanalmente os acolhidos em confissão e celebram à Eucaristia na Comunidade”.

Auxílio

Nas duas unidades, a Renascer é sustentada pelos convênios com municípios; igreja; famílias dos acolhidos; ações, almoços e jantares beneficentes e contribuições voluntárias. “Quem quiser pode colaborar com alimentos, vestuários, móveis, eletrodomésticos, além de doações em espécie”. Mais informações sobre a Renascer, pelo telefone da unidade de Dois Vizinhos (46) 3010-1461; e em Cascavel, (45) 3099-1234.

Classificados