Mundo

Chefe do Executivo de Hong Kong suspende proposta de lei de extradição

A chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, afirmou neste sábado que suspenderá uma proposta de lei de extradição indefinidamente. Ela disse que tomou a medida em resposta aos protestos generalizados sobre o projeto, que permitiria às autoridades enviar alguns suspeitos para serem julgados nos tribunais do continente.

Muitos na antiga colônia britânica argumentavam que a proposta poderia corroer ainda mais as proteções e liberdades prometidas por Pequim quando assumiu o controle do território, em 1997.

Um protesto em massa sobre o assunto foi planejado para o domingo. Centenas de milhares de moradores de Hong Kong foram às ruas em manifestações anteriores. Os protestos se tornaram violentos na última quarta-feira, aumentando as pressões sobre Lam para recuar. Fonte: Associated Press.

Classificados