Cultura

Breno Bortot se apresenta nesta quinta em Pato Branco

Tenor apresentará releituras de canções brasileiras, e interpretações líricas italianas
Breno Bortot e o pianista Bem Hur Cioneck (Foto: Nelson da Luz Junior)

Na noite desta quinta-feira (21), o cantor lírico Breno Bortot realizará uma apresentação no Teatro Naura Rigon, em Pato Branco. O show será às 20h, e o artista será acompanhado pelo pianista Bem Hur Cioneck. 

Segundo o tenor o repertório será dividido em duas partes. A primeira terá canções brasileiras, como clássicos sertanejos de duplas como Milionário e José Rico, e músicas gaúchas. O primeiro ato será fechado por peças de piano, executadas por Cioneck. “São canções que refletem um pouco da minha história e da minha família”, comenta o tenor, cuja família é natural de Pato Branco.

O segundo momento virá após um pequeno intervalo, e contará com canções líricas italianas, como árias de câmara e ópera. Está será a primeira apresentação do músico em Pato Branco. Os ingressos custam R$ 30,00 (Com meia entrada para beneficiários) e parte da renda será revertida para o SOS Vida.

Nascido em Brasília, o cantor de 27 anos começou a carreira como violonista, interpretando de forma informal artistas de pop rock nacional e MPB. Na adolescência, Breno teve contato com o multi-instrumentista Hermeto Pascoal, e recebeu um incentivo. “Ele me disse que eu tinha musicalidade. Sendo verdade ou não, isso me marcou”, lembra.

Por volta dos 17 anos, ele decidiu se tornar um músico profissional. Pascoal também aconselhou o jovem a desenvolver habilidade em um instrumento. “Um instrumento, segundo ele, é como um filho. Se você cria 10 filhos ao mesmo tempo você não os cria direito. Você tem que criar o seu primeiro filho bem. Ele me disse, portanto, para estudar”, conta Breno, que escolheu o violão erudito como “primeiro filho”. 

Anos depois surgiram oportunidades de cantar. Um festival de ópera realizado em Brasília foi decisivo para a guinada na carreira de solista. Entre 2011 e 2013, ele integrou o Coro Lírico do Festival de Ópera de Brasília. Em 2013, o músico graduou-se em música, bacharelado em violão clássico.

Em setembro passado, Breno foi laureado pelo prestigiado Conservatório Santa Cecília, em Roma, Itália, com o equivalente a um curso de mestrado.

Na Itália, participou como corista e solista de dois consertos realizados em duas das principais basílicas romanas. São eles, o Concerto da Solenne celebrazione del vespro”, na basílica de S. Giovanni in Laterano; e o concerto da orquestra de coro na basílica de S. Maria Maggiore, em ocasião do 60º aniversário dos Tratados de Roma.

Classificados