Saúde

Brasil é um dos países em que a esquistossomose permanece endêmica

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Brasil tem 1,5 milhão de pessoas vivendo em áreas com risco de contrair esquistossomose, seguindo em situação intermediária entre os 78 países em que a doença permanece endêmica, com mais de 60% da população sem acesso a esgotamento sanitário.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Brasil tem 1,5 milhão de pessoas vivendo em áreas com risco de contrair esquistossomose, seguindo em situação intermediária entre os 78 países em que a doença permanece endêmica, com

Atenção! Você já atingiu o limite diário de visualização de notícias. Torne-se um assinante!

Classificados