Pato Branco

AVM sonda parceiros para a implantação de Colégio da Vila Militar

Pela proposta da AVM centro de educação seria privado

Após no mês de fevereiro ter sido apresentada a proposta de instalação de um colégio estadual militar em Pato Branco, nessa segunda-feira (12), a Associação da Vila Militar (AVM) se reuniu com representantes de escolas privadas, apresentando assim a proposta de criação de um colégio Vila Militar.

A ideia foi apresentada pelo major Antônio Douglas Villatore, que integra a comissão de implantação do Colégio Vila Militar em Curitiba, que afirmou que a iniciativa não conflita com a proposta do governo de criação de uma unidade do Colégio Militar, muito embora, as duas propostas seguem normas militares para a formação dos estudantes.

Villatores comentou também que em 1º de março teve início as atividades em Curitiba, o primeiro colégio privado com ideologia militar do sul do Brasil.

Segundo o major, a ideia de transformação de escolas privadas já existentes a ideologias militares vem sendo apresentada em todo o Estado, principalmente nos municípios sede de batalhão e onde estão inseridas as vilas militares [agremiações].

“Existem fundamentos na escola militar que asseguram a questão de segurança, de respeito mais aguçado, de disciplina, mas acima de tudo, as questões de valores”, comentou Villatore elencando o que pode ser atrativo para implementação da unidade.

Ele também descartou a possibilidade de criação de uma nova unidade educacional privada e enfatizou o interesse de parceria com uma entidade já existente.

O objetivo da AVM é de trabalhar com turmas iniciando do 6º ano do Ensino Fundamental 2 até o 3º ano do Ensino Médio.

Tenente coronel Robertinho da Luz Dolega, comandante do 3ºBatalhão de Polícia Militar (3ºBPM) também participou da reunião e disse que a AVM vem buscando se inserir no sistema educacional, o que gerou a sondagem paralela a intenção do governo do Estado de instalação do Colégio Militar, na proposta do Colégio da Vila Militar. “Neste formato de parceria com as escolas privadas, os alunos ingressariam normalmente a escola, porém, com características diferentes principalmente no regimento que seria militar”.

Colégio Estadual

Depois de ter sido anunciado como um dos colégios que hoje integram a rede estadual de ensino, pais do Colégio Estadual La Salle se reúnem na noite desta terça-feira (13) no Teatro Municipal Naura Rigon às 19h.

A reunião será presidida pelo major Toniolo, diretor do Colégio Militar do Paraná em Curitiba, que deve detalhar aos pais o regimento deste modelo de educação.