Pato Branco

Aquiles Priester realiza drum show em Pato Branco

Ex-baterista do Angra falará sobre técnicas e revisitará repertório das bandas pelas quais passou
O baterista Aquiles Priester, que se apresentará pela primeira vez em Pato Branco (Foto: Divulgação/Arthur Galvão)

O baterista Aquiles Priester, importante músico da cena heavy metal, realizará um “drum show” em Pato Branco no próximo dia primeiro de novembro, uma quinta-feira. A apresentação acontecerá no Sesc, a partir das 19h30.

Priester, que desembarca pela primeira vez no município, deve apresentar músicas dos repertórios das bandas nas quais tocou, como Hangar, Angra e Noturnall. De acordo com Rodolfo Guimarães, organizador, o evento é uma mistura de show com workshop. Entre as performances musicais, o baterista deve falar sobre técnicas, composições, bastidores de sua carreira, enfim, manter um diálogo direto com o público. “O show não é voltado somente para bateristas, mas para todos que gostam desse estilo de música”, comentou.

Os ingressos custam R$ 40,00, e estão a venda nas lojas Insanatório e Le Curve Moda Plus, no Centro Musical Fascinação e Panificadora Itália. Na ocasião também deverá haver venda de merchandising do artista.

Aquiles Priester nasceu na África do Sul, mas se mudou ainda criança para Foz do Iguaçu. Seu primeiro contato com a bateria foi aos quatro anos de idade, quando viu uma banda de jazz na TV. No Brasil ele se apaixonou por futebol, e por algum tempo pensou em se tornar atleta.  

Mas a primeira edição do Rock in Rio, em 1985, o fez mudar de ideia. O festival é considerado um divisor de águas por trazer ao país nomes importantes do rock, como Queen, AC/DC, Scorpions, Iron Maiden e Ozzy Osbourne, alguns deles pela primeira vez. Durante o festival, Aquiles improvisou uma bateria com latas e potes em sua casa.

Ao longo de sua carreira, Priester participou de inúmeras bandas e projetos. Em novembro de 1997 ele montou a banda Hangar. Em 2001, o músico foi convidado a assumir as baquetas do Angra, importante banda do metal melódico brasileiro. 
Priester gravou alguns dos álbuns mais bem-sucedidos da história do Angra, como “Rebirth” (2001), que fez com que o grupo se tornasse conhecido também fora das fronteiras do heavy metal. “Live In São Paulo (2003) e Temple Of Shadows (2004), foram outros trabalhos de destaque.

No Angra, o músico ficou até 2009, voltando então a se dedicar de forma integral ao Hangar. O baterista também atuou com as bandas Noturnall e Primal Fear.

Outro feito importante da sua carreira foi ser um dos sete músicos selecionados para as audições de seleção para o posto de baterista do   Dream Theater, uma das bandas de heavy metal progressivo mais importantes do mundo. As informações são do site oficial do músico.
 

Classificados