Aeroporto recebe classificação que autoriza operação de voos regulares

Resultado foi emitido pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) nesta quinta-feira (27)
(Foto: Assessoria PMPB)

O Aeroporto Municipal Juvenal Cardoso possui uma nova classificação, deixando de ser um “aeródromo” para ser um “aeroporto”, dentro do que preconiza a legislação brasileira de aviação civil, o que também integra o processo de certificação realizado pela Prefeitura de Pato Branco. O resultado foi emitido pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) nesta quinta-feira (27).

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Osmar Braun Sobrinho, explica que a nova classificação é essencial para a operação dos voos regulares. “Isso nos habilita a receber a operação de voos da Azul Linhas Aéreas, pois significa que cumprimos a legislação e temos a instrumentalização necessária para a realização de voos, o que é um grande passo para o nosso processo de certificação”, destaca.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, segue otimista quanto ao avanço do processo e das tratativas necessárias para que o Aeroporto Juvenal Cardoso passe a receber voos comerciais. “Estaremos conectados com o mundo e aptos a romper fronteiras, o que refletirá no desenvolvimento não apenas de Pato Branco, mas de todo Sudoeste do Paraná e Noroeste de Santa Catarina”, enfatiza Zucchi.

Reta final

Técnicos do Decea, órgão que responde pelo espaço aéreo brasileiro, estiveram em Pato Branco neste mês de setembro, mapeando o Aeroporto Juvenal Cardoso para elaborar as cartas aeronáuticas que possibilitarão a delimitação e localização de eventuais obstáculos, processo que visa a segurança para aproximações ou decolagens de aeronaves.

No início de setembro, Pato Branco recebeu técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em que a Prefeitura aguarda o laudo da vistoria, que compreendeu a infraestrutura do Aeroporto Juvenal Cardoso. “Mesmo sem termos recebido o laudo final, estamos otimistas a partir da experiência que tivemos durante toda a avaliação da Anac, pois estamos prontos para operar os voos regulares em nossa cidade”, pontua Zucchi.

Na próxima semana, dias 02 e 03, a equipe técnica da Azul Linhas Aéreas Brasileiras estará no Aeroporto Juvenal Cardoso para preparar o terminal de passageiros, infraestrutura e recursos humanos necessários para a atuação da empresa em Pato Branco.

Demanda regional

Em 2017, a Prefeitura de Pato Branco iniciou as intervenções estruturais do Aeroporto Juvenal Cardoso, visando a certificação e a operação dos voos regulares. Os investimentos somam mais de R$ 14 milhões, oriundos da parceria entre o Município, Governo Federal, Governo do Estado e Associação Empresarial de Pato Branco (Acepb).

Em maio deste ano, a diretoria e equipe técnica da Azul Linhas Aéreas Brasileiras apresentaram o plano de operações criado especialmente para atender a demanda de Pato Branco e das regiões Sudoeste do Paraná e Noroeste de Santa Catarina. Na ocasião, prefeitos e lideranças da região confirmaram o apoio e a demanda pela efetivação dos voos regulares.

Classificados