Região

Acislo organiza ato pela recuperação da SC-305

De acordo com o presidente da Acislo, Marcio Nierotka, a recuperação da SC-305 é uma reivindicação antiga da associação (Foto: Assessoria)

Atendendo a uma reivindicação da comunidade e da classe empresarial, a Associação Empresarial de São Lourenço do Oeste (Acislo) realizará nesta quarta-feira (24) um ato pela recuperação da SC-305, trecho entre São Lourenço do Oeste e Campo Erê. Com o intuito de chamar à atenção e sensibilizar o governo do Estado, deputados estaduais e federais, a ideia é bloquear a rodovia, na altura do Distrito de Presidente Juscelino, por uma hora, das 9h às 10h.

Segundo o presidente da Acislo, Marcio Nierotka, a recuperação da SC-305 é uma reivindicação antiga da associação — pleito das últimas três gestões — e não busca atender apenas as demandas da classe empresarial. “Estamos falando de uma rodovia de extrema importância, pois liga vários municípios da região e é usada de forma estratégica para a logística das empresas e deslocamento da sociedade. É uma pauta que a Acislo defende e, por isso, estamos retomando a campanha de reivindicação”.

Frisando que a paralisação será de apenas uma hora, Nierotka explica que o objetivo não é atrapalhar a rotina dos empresários e de quem usa o trecho. “A Acislo entende que alguma coisa precisa ser feita, mas também tem a sensibilidade e o entendimento de que o ato não pode atrapalhar”, afirmou o presidente. Segundo ele, a recuperação da rodovia é questão de segurança, pois são muitos buracos, falta de acostamento e sinalização. “É preciso fazer algo, antes que vidas sejam perdidas nessa rodovia”.

Participação

Como o foco é a sensibilização das autoridades do Estado, o presidente da Acislo convida usuários da rodovia, sociedade e empresários para que se somem ao ato. “Acredito que é uma causa em que todos têm interesse. Por isso, a mobilização e participação são fundamentais”, convoca. Empresários, sociedade e associação empresarial de Campo Erê e região também são convidados para o ato. Em resumo, Nierotka disse que o objetivo é mostrar o quanto a rodovia é importante para São Lourenço do Oeste e região e sensibilizar as autoridades do Estado para que assumam a responsabilidade de recuperação do trecho.

Classificados