Política

Zucchi é reempossado falando em crescimento e desafios

Nelson Junior

01/01/2017 às 21:13 - Atualizado em 02/01/2017 às 13:48

Infraestrutura, planejamento urbano e queda de arrecadação foram alguns dos principais pontos do discurso do prefeito reeleito

Na noite deste domingo (1º), foram realizadas no Teatro Municipal Naura Rigon as cerimônias de posse do prefeito reeleito de Pato Branco, Augustinho Zucchi (PDT), do novo vice-prefeito, Robson Cantu (PSD), e dos 11 vereadores que conduzirão a legislatura 2017/2020. Na ocasião também foi eleita a mesa diretora da câmara para o ano de 2017. (Leia mais)

Em um discurso improvisado de pouco mais de meia hora, Zucchi agradeceu eleitores, familiares, ao secretariado de seu primeiro mandato, avaliou a gestão encerrada, falou em continuidade de crescimento e adiantou o que pareceu considerar o seu principal desafio, a queda de arrecadação, resultante de fatores como a recente crise econômica do Brasil.

Nelson da Luz Junior/Diário do Sudoeste
Zucchi assina o termo de posse ao lado do vice, Robson Cantu 

O prefeito relacionou o contexto encontrado quando assumiu a prefeitura pela primeira vez com o atual momento político brasileiro. Para ele, o país está dividido por conta do descrédito da população com a classe política, cenário parecido com a eleição municipal de 2012, decidida em Pato Branco por uma diferença de 575 votos.

Reeleito com mais de 80% dos votos válidos, Zucchi atribuiu a vitória histórica ao cumprimento de um projeto político que, em suas palavras, não favoreceu a interesses particulares e não priorizou distribuição de cargos por alianças partidárias. O prefeito dividiu méritos com os secretários, a quem descreveu como pessoas de grande conhecimento técnico em suas áreas.

Zucchi citou o programa Asfalto nos Bairros, obras como o Largo da Liberdade, o parque ambiental e a UPA, o alto índice do IDEB, o curso de medicina da Fadep e o Pato Branco Shopping como alguns dos principais projetos e articulações realizados em sua primeira gestão.

Infraestrutura e desafios

Para o segundo mandato, Zucchi adiantou que a infraestrutura e o planejamento urbano devem ser pontos importantes, sobretudo a viabilidade de uma linha aérea regular para o município, assunto que o prefeito manifestou ser prioridade em várias outras ocasiões. “Pato Branco e o Sudoeste precisam voar. Não podemos esperar mais 20 anos para isso, caso contrário a região continuará sendo vista como uma filial de regiões com melhores condições de infraestrutura”, destacou. O contorno norte também foi considerado uma obra importante para o setor.

O prefeito mencionou ainda o planejamento urbano, que disse considerar necessário para aliar o crescimento expressivo da frota de veículos com a estrutura viária do município. Como alternativas, ele citou a diminuição da circulação de carros no centro e o aprimoramento do transporte público.

Zucchi mencionou também que o ano deverá ser difícil por conta da queda na arrecadação, que não deve dar sinais de melhora. Como exemplo, o prefeito mencionou uma queda brusca na arrecadação do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) no município. O prefeito falou em diálogo com a população para tratar do assunto.

Publicidade
Loterias

MEGA SENA

Concurso 1906 23/02/2017
  • 27
  • 40
  • 33
  • 6
  • 39
  • 60
Publicidade
Publicidade
Publicidade