Pato Branco

Pesquisadores de Pato Branco participam de missão humanitária em Angola

Professor José Abramo Marchese, do curso de Agronomia da UTFPR, em Angola para uma missão humanitária, em reunião com a secretaria estadual de Saúde do país (Foto: Divulgação )

Pesquisadores de Pato Branco estão em Angola em uma missão humanitária desde dia 7 de junho. O professor José Abramo Marchese, do curso de Agronomia, e o farmacêutico Rômulo Mello, aluno do curso de mestrado em Agronomia, viajaram para o país para divulgar os trabalhos desenvolvidos no campus da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná).

Há cerca de 20 anos, o curso de Agronomia trabalha com diversas espécies de planta medicinais. Uma em especial, a Artemisia annua L.– espécie chinesa -, chegou a Pato Branco trazida pelo professor Abramo. A grande notícia, é que essa planta, é capaz de tratar a malária. E é justamente para ajudar a população da Angola, que sofre com a doença, que os pesquisadores viajaram em missão.

“Nos reunimos com a dra. Ana Paula Domingos, da Secretaria de Estado de Saúde de Angola, e eles ficaram impressionados com a possibilidade de usar folha de Artemisia em comprimido para tratar a malária. Também visitamos a Universidade Católica de Angola”, contou professor Abramo, por telefone, ao Diário.

Neste sábado, 17, os pesquisadores viajam para Huambo, região montanhosa e fria, onde se pretende estabelecer convênios com a faculdade de Ciências Agrárias na tentativa de testar nossos genótipos de artemisia.