Pato Branco

Município de Pato Branco oferta cursos de culinária

Projeto Ser Mulher oferece cursos em várias áreas, entre eles o de geleia e o de panificação (Foto: Assessoria)

O Município de Pato Branco, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e a Fundação Patobranquense do Bem Estar (Fundabem), concluiu a primeira turma do Curso de Geleia na semana passada. A primeira edição teve como público-alvo moradoras dos bairros São João e Alto da Glória, incluindo mulheres que residem no Conjunto Habitacional Vila São Pedro, que participam do Projeto Ser Mulher. No decorrer do ano, novas turmas serão realizadas. 
Para a secretária de Assistência Social, Anne Cristine Gomes da Silva, o curso é mais uma forma de promover a integração e a disseminação do conhecimento. “Além de aprender sobre manipulação de alimentos, em uma atividade que, futuramente, pode ser uma fonte de renda, as mulheres ainda socializam suas vivências e trocam experiências, promovendo um crescimento mútuo entre as participantes”, pontuou Anne. 
O professor doutor em Tecnologia de Alimento de Origem Vegetal da UTFPR, Edimir Andrade Pereira, é o responsável pelo curso, juntamente com um grupo de acadêmicos. “Para nós, enquanto instituição de ensino superior, é fundamental estarmos inseridos no contexto da sociedade. Transferindo conhecimentos, unificando a academia com a comunidade e, neste caso, oportunizando que donas de casa tornem-se protagonistas”, argumentou. 
Eli Cristina Naressi foi uma das participantes. Ela já frequentou outras atividades oferecidas pelo Projeto Ser Mulher e aprovou o curso. “Gostei bastante, aprendi muito e quero investir nisso. Estou praticando os ensinamentos e distribuindo para a minha família provar, pois futuramente quero produzir para vender e ter a atividade como fonte de renda”, contou. 
Esta primeira turma do curso de geleia contou com a participação de 11 mulheres, sendo que o curso foi dividido em seis encontros. As aulas foram realizadas utilizando as instalações da Fundabem, com recursos do Município e com a orientação e supervisão da UTFPR. 
Além deste, há outros cursos de culinária ofertados pelo projeto Ser Mulher, como o de panificação realizado em parceria com a Faculdade Pato Branco (Fadep) e que está atendendo 22 mulheres dos bairros Planalto e Bela Vista.