Região

Escolas indígenas comemoram o Dia do Índio no Sudoeste

Em Palmas, a visitação é das 10h às 14h (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (19) é comemorado o Dia do Índio. Em alusão à data, escolas indígenas do Sudoeste do Paraná realizarão alguns eventos. Um deles é o Colégio Estadual Indígena Sẽgsó Tánh Sá, de Palmas.

De acordo com a diretora, Alessandra de Souza Castilho, lá será realizada a “12ª Mostra Cultural”, na comunidade Kaingang, localizada na área indígena. O evento ocorrerá em uma parceria com a reserva, lideranças da comunidade e outras instituições.

“Na ocasião, apresentaremos danças; cantos; músicas; exposições de comidas típicas, ervas medicinais, fotos, artesanatos; além de um museu indígena. Também teremos os jogos indígenas, com disputas de arremesso de lança, cabo de guerra, corrida a tora, pau de sebo, arco e flecha, paleta, luta corporal, voleibol e futebol”, descreveu a diretora.

A Mostra Cultural em Palmas se inicia nesta terça-feira (18) e segue até quinta-feira (20), sendo que o horário de visitação será das 10h às 14h,  aberto a toda a população.

Já em Clevelândia, o Diário do Sudoeste entrou em contato com a Escola Estadual Indígena Nitotu, que excepcionalmente não realizará uma programação alusiva à data.

Em Chopinzinho, por sua vez, as escolas estaduais indígenas Vera Tupã e Jykre Tãg não realizarão eventos em suas estruturas. Contudo, elas participarão da “Semana Cultural Kaingang”, promovido pelo Colégio Estadual Kókoj Ty Han Já, em Mangueirinha, entre terça-feira (18) e quinta (20).

O evento ocorrerá das 8h30 às 16h, também sendo aberto para todos que tenham interesse em conhecer um pouco mais sobre a cultura local. De acordo com a diretora do Colégio Estadual Kókoj Ty Han Já, Eliane Wollmer, esta será a quinta edição da semana cultural, que ocorrerá no próprio colégio. “Nos três dias teremos apresentações de dança, das 9h às 14h, enquanto no restante do tempo o público poderá visitar as exposições”, informou.

Ela acrescenta que nesta edição haverá um pouco de tudo o que ainda faz parte da cultura kaingang local. “Entretanto, neste ano faremos uma homenagem especial — com sala temática e entrega de placa — à família do Cacique Ângelo Cretã (em memória), considerado mártir para este povo. A entrega da placa será às 9h desta terça-feira”, finalizou Eliane.